Pesquisar este blog

Carregando...

PENNE COM MUSSARELA AO MOLHO ROSÉ


Olá amigos, bom dia!

Quem gosta de massas levanta a mão! Eeeu!!! o/
Eu não gosto não, eu adoro!!! Inúmeras são as receitas que podemos preparar com elas! Desta vez, preparei um penne sem glúten com linhaça dourada da Tivva, produto maravilhoso que ganhei no 3º EBSPI. Sim, gente amiga, o 4º EBSPI já aconteceu e eu ainda tenho produtos que ganhei do 3º, por aí dá pra ter uma ideia da quantidade de produtos que a gente ganha neste delicioso encontro! 

Bem, voltando ao penne, preparei esta receita para o almoço de domingo e agradou bastante e, quer saber? No dia seguinte ficou ainda mais deliciosa, uma esquentadinha no micro-ondas e pronto, meu almoço ficou divino. Experimente!

Ingredientes:
  • 250g de macarrão do tipo penne
  • 1/2 colher (sopa) de azeite
  • 1 dente de alho triturado
  • 1 cebola pequena ralada
  • 200g de mussarela
  • 1/2 xícara (chá) de creme de leite
  • 1 sachê de caldo de galinha em pó
  • 1 tomate sem pele e sem sementes picado
  • 3/4 xícara (chá) de molho de tomate comprado pronto
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Cheiro verde a gosto
  • Queijo parmesão ralado para polvilhar
Modo de preparo:
  1. Cozinhe o macarrão conforme as instruções da embalagem e reserve.
  2. Numa panela, doure o alho e a cebola no azeite, acrescente o tomate picado, o molho de tomate e cozinhe até o tomate murchar. Adicione o caldo de galinha, a pimenta e, por último, o creme de leite, misture muito bem, regule o sal e desligue o fogo.
  3. Coloque um pouco do molho no refratário e faça camadas de macarrão, molho e mussarela, até terminarem os ingredientes, sendo que por último deverá ser o molho, salpique queijo parmesão ralado por cima.
  4. Leve ao forno preaquecido a 200ºC por 20 minutos ou até gratinar. Após tirar do forno salpique cheiro verde picado. Sirva ainda quente.
Dicas da Si:
- Na água do cozimento do macarrão eu adicionei 1 sachê de caldo de legumes.
- Eu coloquei sal nos ingredientes, mas fique atento para não salgar o molho porque o caldo de galinha já contém sal, ok?!
- Esta receita eu fiz com penne, mas você poderá fazer com a massa de sua preferência.



E de sobremesa, que tal um delicioso Flan de chocolate zero adição de açúcar? Mais um produto saudável e delicioso que ganhei no 3º EBSPI.


Quem nos acompanha no instagram já viu esse macarrão e o flan por lá. Fique por dentro das novidades do Vivendo e Aprendendo em primeira mão!

Para seguir clique na imagem

Beijos e até a próxima!


CUPCAKES DE COCO PARA A AMIGA ROSELIA


Olá amigos, bom dia!

Hoje trago pra vocês deliciosos cupcakes de coco que fiz com todo carinho para presentear a amiga Roselia que me deu a honra de tê-la aqui visitando a minha cidade. 

A receita deste cupcake, na verdade, já apareceu aqui. É uma receita tão deliciosa e fácil de fazer que vale muito o repeteco, só que desta vez em forma de bolinhos muitos graciosos que conhecemos por cupcakes.

Vou colocar a receita novamente pra vocês porque dei uma leve modificada o que a deixou ainda mais deliciosa. Vem comigo!

Ingredientes:
  • 1 vidro de leite de coco (200ml)
  • 3 ovos
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 50g de margarina derretida
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 50g de coco ralado
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
Cobertura:
  • 1 xícara (chá) de cocada cremosa (comprada pronta)
  • 50g de coco ralado colorido 

Modo de preparo:
  1. Bata no liquidificador o leite de coco, os ovos, o açúcar e a margarina derretida.
  2. Passe a mistura para uma tigela, acrescente a farinha de trigo peneirada e misture muito bem. Adicione o coco ralado e por último o fermento em pó misturando delicadamente.
  3. Coloque a massa em forminhas para cupcakes. Leve ao forno preaquecido a 200ºC por 20 minutos ou até dourar.
  4. Espere esfriar e cubra cada bolinho com uma camada de cocada cremosa e polvilhe o coco ralado colorido por cima.
Dicas da Si:
- A cocada cremosa você encontra facilmente em supermercados. Além da tradicional tem também com maracujá, doce de leite, nozes... e também tem na versão diet. Eu usei a tradicional. Ela é bem cremosa e dá pra fazer várias sobremesas com ela além de rechear bolos. Eu usei a cocada cremosa como cobertura nos cupcakes, mas você pode usá-la também como recheio, se preferir, vai deixar os cupcakes ainda mais saborosos.
- O coco ralado colorido eu usei o da Fres-coco Colors que ganhei no 4º EBSPI, mas se você não tiver aí na sua casa, poderá utilizar o coco branco mesmo ou tinja-o com corante liquido na cor que desejar. Para colorir o coco ralado é super simples, basta colocá-lo num saco plástico, desses de congelar, pingue algumas gotas do corante líquido e vá apertando o coco até que a cor se misture e fique uniforme. É o mesmo processo de colorir o açúcar cristal, veja como aqui.
- Coloquei os cupcakes em embalagem própria, personalizei com o logo do blog e amarrei com fita azul. Fica um mimo delicioso para presentear a quem você ama.




Você pode conferir o meu encontro com a Roselia lá no Fotos e Prosas, espero por você!


Beijos e até a próxima!


TORTA VEGETARIANA DA DANY


Olá amigos, bom dia!

Hoje trago pra vocês uma participação muito especial no quadro Receita de Blogueiro. Esta deliciosa torta vegetariana vem de um blog recheado de receitas muito saborosas onde tudo é preparado com muito amor e carinho! Trata-se do blog Choco Dany da querida Dany. E vocês já sabem! Receita de sucesso merece destaque aqui no Vivendo e Aprendendo!

Esta torta é super fácil de preparar, a massa é de liquidificador, amooo, fica macia, saborosa e você pode combinar com recheios de sua preferência. É tudo de bom, experimente!

Não conhece o Choco Dany? Então não perca mais tempo! Clique no link e mergulhe no mundo das delícias!

Receita original AQUI.

Ingredientes:
Massa:
  • 4 ovos
  • 2 xícaras (chá) de leite
  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 12 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de amido de milho
  • 1 colher (sopa) rasa de fermento
  • Sal a gosto
Recheio:
  • 1 cenoura ralada
  • 2 tomates sem pele e sem sementes cortados em cubo
  • 1 xícara (chá) de brócolis cozido e picado
  • 1 pote de creme de ricota (250g)
  • Tempero a gosto
Modo de preparo:
  1. Recheio: Junte a cenoura, os tomates e o brócolis e tempere a gosto, acrescente o creme de ricota e misture tudo muito bem. Reserve.
  2. Massa: Bata todos os ingredientes no liquidificador, deixando o fermento para o final, quando a massa estiver homogênea, apenas misture.
  3. Unte uma assadeira com farinha de trigo e despeje metade da massa, coloque o recheio e cubra com o restante da massa.
  4. Asse em forno preaquecido a 180ºC por 40 minutos ou até dourar.
Dicas da Si:
- A massa desta torta é maravilhosa e você poderá utilizar o recheio de sua preferência.
- Eu sempre tenho brócolis congelado aqui em casa. Você pode cozinhá-lo no vapor ou no microondas.
- Para temperar os legumes eu utilizei 1 colher (sopa) rasa de caldo de legumes em pó com uma pitada de sal.
- Você poderá substituir o creme de ricota por requeijão, cream cheese, catupiry...
- A assadeira que eu usei tem 20 cm de diâmetro e a minha torta ficou bem alta. Penso que se utilizar uma forma maior o recheio fica mais em evidência.




Para preparar esta torta, usei o creme de ricota Regina e leite integral Mococa, produtos que ganhei no 4º EBSPI.


Obrigada Dany querida por compartilhar esta receita deliciosa e que deu super certo! A receita ficará exposta na lateral do blog até o próximo mês e o seu blog está na lista para participar do sorteio que acontecerá em dezembro entre todos os participantes deste quadro. O ganhador receberá um brinde e o título de Blogueiro do Ano de 2016. Boa sorte!


Beijos e até a próxima!


PAVLOVA DE COCO E MORANGO



Olá amigos, bom dia!

Hoje é domingo, dia de preparar uma sobremesa gostosa e especial! Mas gostoso mesmo é poder participar do Dia um... Na Cozinha! Um grupo do facebook que tem como objetivo propor aos seus membros, a cada mês, a confecção de uma receita com um tema proposto. E para este mês de maio o tema é "Pavlovas." Uma doce homenagem também ao Dia das Mães que será no próximo domingo.

Pavlova é uma sobremesa cuja base é um merengue recheado de um creme e decorado com frutas. O nome dado a esta sobremesa é uma homenagem a Anna Pavlova, uma bailarina russa que encantou o mundo da dança no final do século XIX. 

Pavlovas são crocantes por fora e macias por dentro e o sabor se contrasta com o creme e as frutas normalmente açucaradas ou ácidas. Quem não conhece, vale a pena experimentar, é maravilhosa!

Eu optei por fazer a minha pavlova com creme de coco para aproveitar o recheio que sobrou do bolo que fiz para o 4º EBSPI. Eu fiz uma quantidade de recheio para 4 bolos, mas como só deu para fazer 1 bolo, devido aos contratempos que tive, acabou sobrando bastante recheio. Aliás, vocês vão ver por aqui outras receitas com este creme, aguardem!

A base desta receita foi tirada da minha coleção "Dona Benta - Sobremesas Especiais." O creme de coco já apareceu nesta receita AQUI.

Ingredientes:
Base:
  • 2 claras
  • 1 pitada de sal
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
  • 2 colheres (chá) niveladas de amido de milho
  • 1 colher (café) de essência de baunilha
  • Manteiga para untar

Creme de coco:
  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixa de creme de leite
  • 1 xícara (chá) de leite

2 caixas de morangos 

Modo de preparo:
Base:
  1. Unte as costas de uma forma de 25 cm de diâmetro com manteiga e forre com um círculo de papel manteiga também untado. Reserve.
  2. Bata as claras com o sal na batedeira até obter ponto de neve. Adicione, aos poucos, o açúcar, o amido de milho e a baunilha e bata até obter um merengue firme.
  3. Despeje o merengue no centro do papel manteiga e, com as costas de uma colher, modelo um "ninho" com 20 cm de diâmetro. Alise a lateral com uma espátula, leve ao forno baixíssimo  (100ºC) e asse por cerca de 1 hora ou até secar, mas mantendo a parte interna do suspiro ligeiramente úmida. Reserve no forno até esfriar.

Creme de coco:
  • Numa panela, misture os ingredientes e leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. Utilize frio.
  • Higienize e seque bem os morangos e corte-os no sentido do comprimento. Reserve.
Montagem:
Disponha o merengue num prato, recheie o "ninho" com o creme de coco e coloque por cima os morangos fatiados. Sirva gelada.

Dicas da Si:
- A minha forma não tem 25 cm de diâmetro, tem menos. Então, utilizei a base de uma forma de fundo falso que é maior para poder acomodar o suspiro. Apoiei a base na forma menor. Ficou assim...


- Ao levar ao forno, coloque primeiro a forma e depois a base com o suspiro por cima, para evitar que caia se tentar colocar os dois juntos no forno. Mas se você tem uma forma com 25 cm de diâmetro não vai precisar de nada disso, ok?! É apenas uma dica que deixo aqui caso a sua forma também seja pequena, não é por isso que vai deixar de fazer a pavlova, não é verdade?!
- Eu usei margarina para untar ao invés de manteiga.
- O meu forno é nervoso, rs. A primeira vez que fiz um merengue queimou tudo! Esta experiência desastrosa você pode ver aqui! Então, como conheço o meu forno, além de deixar a temperatura no mínimo, ainda deixei a tampa entreaberta, para isso coloquei uma colher de pau que travou a porta do forno e ela ficou somente com um vãozinho de abertura. Aí sim correu tudo bem! E deu um pouco mais de 50 minutos de forno, menos tempo que indicado na receita.
- Veja aqui como higienizar os morangos.



Os temas propostos deste projeto sempre nos convida a preparar receitas, muitas vezes, inéditas na nossa cozinha, isso nos possibilita sairmos da nossa zona de conforto e mergulharmos numa aventura gastronômica de muito aprendizado. Com o Dia Um... Na Cozinha estou sempre Vivendo e Aprendendo! rs

Ótimo domingo e até a próxima!


4º ENCONTRO DE BLOGUEIROS DE SÃO PAULO E INTERIOR



Olá amigos, bom dia!

No dia 09/04/16, aconteceu o 4º Encontro de Blogueiros de São Paulo e Interior, um evento que reúne blogueiros de culinária e de outros seguimentos também. O encontro é uma oportunidade de estreitar laços tanto com os outros blogueiros quanto com as empresas participantes, sem falar no aprendizado que adquirimos com a troca de experiências e os workshops apresentados pelas empresas.

É o segundo ano que participo, muito embora, este ano, acontecimentos alheios à minha vontade quase me impediram de participar, mas eu esperei tanto por este dia, me preparei tanto para estar lá que, juntei as minhas coisas, caí na estrada mesmo correndo o risco de chegar lá e encontrar as portas do local fechadas. Nesse meio tempo, entrei em contato com a Sadhia, uma das organizadoras do encontro e ela me animou ainda mais dizendo que me esperaria nem que fosse dez horas da noite! Eu cheguei antes disso, rs, praticamente no final, mas a tempo de poder conhecer alguns blogueiros e rever alguns amigos que conheci o ano passado, alguns até já tinham ido embora, mas só o fato de estar ali, mesmo que por poucas horas, prestigiando o trabalho da Sadhia Hage, Simony Fragoso e Cassia Sofiati que lutaram, se esforçaram, batalharam para que o encontro acontecesse já valeu muito a pena! Fui muito bem acolhida por elas e mesmo com o cansaço estampado no rosto, me receberam com alegria e abraços carinhosos e apertados, só tenho que agradecer! ❤️

Este ano o encontro teve a participação de 100 blogueiros e 50 empresas de grandes marcas, muitas delas líderes no mercado, que montaram stands para degustação e apresentação dos workshops. A novidade deste ano foi a criação do grupo Blogueiros do Bem, onde cada blogueiro foi convidado a doar 1 kg de alimento não perecível. Segundo as organizadoras do evento, foram arrecadados mais de 60 kg de alimentos que serão doados para instituições de caridade. Bela iniciativa! #blogueirosdoBem

Como cheguei atrasada, não consegui tirar fotos do evento para trazer pra vocês, mas com a permissão da Sadhia, emprestei algumas do instagram do EBSPI, #ebspi4 e da fanpage do Encontro de Blogueiros pra vocês terem uma ideia de como foi estar lá.

A estrela da festa é a mesa dos blogueiros! Cada blogueiro tem a incumbência de levar um prato doce ou salgado para a apresentação do blog e também para que todos possam conhecer o seu "tempero". É um festival de delícias onde todos podem comer à vontade!


Eu ia levar um bolo, Bolo Mousse de Morango, mas não achei morangos bonitos, então, optei por levar Bolo com Recheio de Coco e Cobertura de Leite Ninho, trago a receita numa próxima oportunidade.


Os stands das empresas também são maravilhosos, uma grande oportunidade de interação entre o blogueiro e a empresa, de poder conhecer seus produtos e lançamentos.


Os workshops apresentados pelas empresas são de grande valia, além de vermos os produtos em ação e constatarmos a qualidade de cada um deles, aprendemos novas receitas e dicas imperdíveis que levaremos para o resto da vida, um aprendizado e tanto!


E o que dizer das amizades que fazemos, das conversas, das trocas de experiências entre os blogueiros? Momentos que jamais serão esquecidos!

Simony Fragoso, Andrea Santana, Cassia Sofiati e Sadhia Hage. Faltou eu!! :(

São distribuídos vários brindes através de sorteios com a chance de ganhar produtos de qualidade como o aparelho de jantar da Nadir Figueiredo e a tão desejada máquina de café da Utam Uno. Eu estava lá neste momento e vi a alegria dos ganhadores em receber estes maravilhosos prêmios. Parabéns Fabiola, Fernando e Lou Marie!!! :D

Fabiola do blog Brie com Goiabada e Fernando do blog Roupa suja se lava na máquina 

Lou Marie do blog Feito com Amor

Como cheguei atrasada, não participei de nenhum sorteio, mas de forma tão gentil e carinhosa, a Sadhia me presenteou com este maravilhoso kit da Copra. O que dizer?? Simplesmente amei!!! Muito obrigada, amiga!!!


Além de tudo isso, as meninas organizadoras não mediram esforços para oferecer a nós blogueiros maravilhosos presentes tão úteis na nossa casa, na nossa cozinha, na nossa vida! E pensa que os presentes foram tantos que o meu carro veio abarrotado de coisas, tanto no porta malas quanto no banco de trás! É muito amor, gente!!! Penso que nem sou merecedora de tanto carinho!

Ainda nas sacolas
Ainda não estão todos os presentes aí! Faltam os queijos!

Mais presentes

Sinto demais de não ter podido participar do encontro na íntegra, mas certamente e, se assim Deus permitir, estarei no próximo!

Agradeço de coração às organizadoras do 4º EBSPI Sadhia, Simony e Cassia pela calorosa acolhida e por nos proporcionar momentos de alegria, amizade e muito aprendizado! Agradeço também às empresas que participaram do encontro e que muito gentilmente nos disponibilizaram produtos de qualidade. Muito obrigada!

Este post já era pra ter sido publicado logo depois do encontro, mas por motivos de doença e mortes na minha família (sim, você não leu errado, mortes, dois entes queridos se foram em menos de duas semanas) fiquei afastada da blogosfera e redes sociais, mas Deus é a solução para tudo nessa vida e eu vou seguindo adiante com a certeza de que dias melhores virão.

Sei que o post está grande, mas não posso deixar de externar toda a minha gratidão e carinho pelas queridas amigas Sadhia (Artes da Sadhia na Cozinha), Andrea (Quitutes da Andrea) e Roselia (Espiritual-Idade) que me deram total apoio neste momento tão difícil! Muito obrigada pelas palavras de conforto, gesto de carinho e pela grande amizade e consideração que demonstraram ter por mim, isso não tem preço! Saibam que podem contar sempre comigo! Muito obrigada por tudo! Amo vocês!!! ❤️

Empresas patrocinadoras do encontro:

  1. Dia Supermercado
  2. Utam Uno
  3. Nadir Figueiredo
  4. Queijos Ipanema
  5. Queijos Regina
  6. Gomes da Costa
  7. Sapori
  8. Trio 
  9. Castelo Alimentos
  10. Wickbold
  11. Maricota Alimentos
  12. Café Iguaçu
  13. Café Pelé
  14. Mavalério
  15. Vodka Kadov
  16. I9 Utilidades (i9utilidades@gmail.com)
  17. Plasvale
  18. Jaguar Utilidades
  19. Mago Indústria
  20. Só Boleiras
  21. Sakura
  22. Sinhá Alimentos
  23. Prafesta
  24. Adria Alimentos
  25. Mococa
  26. Naxos
  27. Lowçucar / Magro
  28. Camp General Brands
  29. Oliveira
  30. Empório Ponto Doce
  31. Fres-coco
  32. Belarina Alimentos
  33. Hikari Alimentos
  34. Hunts
  35. Wow Nutrition
  36. Cargill
  37. Ultrapan
  38. Yoki
  39. Portão de Cambuí
  40. Biscoitos Crek Crek
  41. Alpfilm
  42. CRS Brands
  43. Izumi Indústria
  44. Perfetto Sorvetes
  45. Kuvings
  46. Copra
  47. Samira Ghannoum
  48. Assugrin
  49. Gold
  50. Doce Maria

As fotos do encontro usadas neste post foram tiradas do instagram e fanpage do EBSPI e pertencem às blogueiras conforme segue:



Beijos e até a próxima!


PAPEL ALUMÍNIO - QUAL LADO USAR: BRILHANTE OU FOSCO?


Bom dia, amigos!

Hoje temos uma participação muito especial aqui no Cantinho do Leitor! A leitora e também minha sobrinha Aline me enviou um e-mail com um texto falando sobre o uso do papel alumínio na nossa cozinha. Aqui em casa eu uso bastante! Para assar carnes, para guardar um alimento ou comida na geladeira, para embrulhar frutas e lanches para viagem... Mas será que, realmente, há uma forma correta de usar o papel alumínio?


O texto a seguir é de Ricardo Penna/Penninha - escritor e consultor gastronômico:

O papel alumínio é largamente usado na gastronomia, mas na grande maioria das vezes isso acontece de forma incorreta. Vejo pessoas usando-o direto nos mais variados pratos e, também, em seu dia a dia. É que os usuários tendem a colocar o lado brilhante virado para fora, pois deixa o visual do prato mais bonito. O lado mais brilhante é assim, pois recebe um polimento para criar uma barreira ao contato direto do alumínio com o alimento e, por conseguinte, a liberação do alumínio para a nossa receita. Tínhamos que chamar o prato assim, por exemplo: "Picanha com alumínio", pois o alumínio entrará como um algoz invisível na receita. Esta proteção, o polimento, só não acontece dos dois lados, porque é um processo caro que inviabilizaria a comercialização do mesmo.
O alumínio é altamente tóxico e é comprovadamente o responsável por complicações gerais no funcionamento do nosso organismo e um grande alavancador do Mal de Alzheimer, inclusive fomentando sua aparição precoce.
Como usá-lo?
Além de usá-lo com o lado brilhante voltado para o alimento, deve-se evitar dar mais de uma volta no alimento, pois na segunda volta em diante o líquido que gravitarem entre as camadas serão poluídos com o alumínio e voltarão impiedosamente para a nossa receita. Assim, é importante fazer a finalização em forma de trouxa que deve ficar situada na parte superior para evitar esta comunicação do caldo dos alimentos com a parte ruim do papel alumínio.

Sobre as panelas de alumínio:
Na mina cozinha é proibida a areação de panelas de alumínio na parte de dentro, pois quando isto acontece, toda vez que cozinhamos algo, estamos também incorporando o temível alumínio à nossa receita. Quando isto acontece por uma pessoa desavisada ou quando a panela ou caneca é nova, fervo algumas cascas de ovo na panela cheia de água, para elas liberarem o carbonato de cálcio que vão impermeabilizar nossa panela dando a segurança que necessitamos para nós mesmos e para as pessoas que mais amamos: nossa família e nossos amigos.

Ricardo Penna/Penninha - escritor e consultor gastronômico.

**********

Lendo o texto fiquei pensando nisso e fui pesquisar a respeito!

Qual o lado correto de usar o papel alumínio: o brilhante ou o fosco?

Há uma eterna discussão sobre essa questão do uso do papel alumínio. Uns defendem essa teoria (citada no texto) como sendo mito, que tanto faz usar o papel alumínio do lado brilhante ou fosco, não faz diferença nenhuma! Eu penso que, na questão do cozimento dos alimentos, pode até ser que seja mito mesmo, pois se usar o papel alumínio do lado brilhante ou fosco vai cozinhar o alimento do mesmo jeito. Mas na questão da saúde, eu fico com um pé atrás!

A ANVISA, órgão regulamentador da saúde no Brasil garante que o alumínio liberado das panelas é tão pequeno que não causa nenhum efeito nocivo ao organismo humano e sobre o papel alumínio ela diz: "A princípio não há diferença quanto ao material fosco ou brilhante em relação à migração de substâncias para o alimento. Desta forma, como se trata de condição adequada de uso, sugerimos consultar as empresas fabricantes destes materiais, pois é responsabilidade destas informar o consumidor sobre a forma e condições corretas de uso dos produtos destinados ao contato com alimentos." 

Só que, as empresas fabricantes não informam absolutamente nada! Eu estou com uma embalagem de papel alumínio aqui na minha mão e não tem nenhuma informação a respeito de nada! A única coisa que diz na embalagem é: USO DOMÉSTICO / PRODUTO NÃO PERECÍVEL / CONSERVAR EM LOCAL FRESCO, só isso! E agora? Como nós consumidores ficamos? À mercê de tudo como sempre! Há o grupo, que não é pequeno, que defende que as panelas de alumínio e o papel alumínio liberam sim substâncias prejudiciais à nossa saúde, outro grupo já defende o contrário, que não tem nada a ver isso! A resposta da Anvisa de que "a princípio..." este "a princípio" me preocupa! A princípio não tem problema algum até que, ao final, descobrem algum problema ou doença relacionada à isso! Quem vai pagar pra ver? Nós, santos inocentes, claro! 

Se é verdade ou não, mito ou não, eu, Sileni, vou continuar usando o papel alumínio com o lado brilhante voltado para o alimento e vou continuar com certos cuidados com o uso de panelas de alumínio aqui em casa. Diante dessa discussão toda que não se chega a lugar nenhum, vou seguir o que diz o meu bom senso e a minha consciência, cada um segue a sua!

E você? O que acha disso tudo? Entre na roda e comente! Tem alguma dica ou receita que goste e que queira compartilhar com a gente ou um assunto relacionado à culinária que queira por em discussão? Faça como a Aline, envia-nos um e-mail e participe do Cantinho do Leitor! Espero por você!

Obrigada, Aline por sua participação! Seja muito bem-vinda sempre! =)


Beijos e até a próxima!


BOLO DE FUBÁ COZIDO COM GOIABADA DO AUGUSTO


Olá amigos, bom dia!

Pensa num bolo macio, molhadinho, fofinho, com pedaços de goiabada que derretem na boca? Huuummmm... Só de pensar já fiquei com vontade de comer este bolo de novo, pena que já acabou! Esta maravilhosa receita veio de um blog que eu gosto muito! Ainda mais porque tive o prazer de conhecer o dono do blog pessoalmente no 3º EBSPI e posso dizer que é um amigo muito querido e estimado! Sabem de quem eu estou falando?

Receita de Blogueiro orgulhosamente apresenta... Augusto do Mosaico de Receitas! Se você ainda não conhece o Mosaico, te convido a fazer uma visita agora mesmo e se surpreender com as deliciosas receitas que têm por lá! E o Augusto é super receptivo e acolhedor, tenho certeza que você vai amar!

Receita de sucesso, vocês já sabem, merece um lugar de destaque aqui no Vivendo e Aprendendo!

Receita original AQUI.

Ingredientes:
  • 2 xícaras (chá) de fubá
  • 2 xícaras (chá) de leite
  • 1 1/3 xícara (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1 pitada de sal
  • 4 ovos (gemas e claras separadas)
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 300g de goiabada cascão cortada em cubos
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo

Modo de preparo:
  1. Numa panela misture o fubá, o leite, o açúcar, o óleo e o sal até dissolver. Leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar e desgrudar do fundo da panela. Espere esfriar completamente.
  2. Na batedeira, bata o creme frio e acrescente as gemas uma a uma misturando bem. Junte o fermento e as claras batidas em neve misturando cuidadosamente.
  3. Envolva os cubos de goiabada na farinha de trigo e separe-os bem uns dos outros, isso vai servir para que eles não afundem quando estiver assando.
  4. Coloque metade da massa em uma forma untada com manteiga ou margarina e polvilhada com fubá, espalhe a goiabada e cubra com o restante da massa.
  5. Asse em forno preaquecido a 180/200ºC por 1 hora ou até o bolo estar corado e crescido.

Dicas do Augusto: Deixe a massa esfriar completamente antes de misturar os outros ingredientes, isso é muito importante! Cubra a massa com filme plástico aderindo à superfície para não criar aquela casquinha.

Dicas da Si:
- A goiabada cascão que eu tinha em casa não deu 300g, utilizei menos, em torno de 170g, mas foi pouco porque o bolo cresceu e os cubos de goiabada se perderam na massa. Tive que fatiar quase o bolo inteiro para conseguir uma boa foto que aparecesse a goiabada pra mostrar pra vocês. Se você quer que a goiabada se espalhe bem por todo o bolo e fique igual ao bolo do Augusto, invista nos 300g, da próxima vez não vou economizar, rs.
- Sugiro que faça a massa desse bolo bem de manhãzinha porque ela demora pra esfriar. Eu fiz um pouco antes do almoço e no final da tarde ela ainda não tinha esfriado por completo. Acabei terminando de preparar o bolo no dia seguinte, aí sim a massa estava totalmente fria! E como disse o Augusto: é importante que a massa esteja completamente fria antes de misturar os outros ingredientes.
- No meu forno levou um pouco menos de 1 hora para o bolo ficar pronto.



Obrigada amigo Augusto por compartilhar esta receita deliciosa e que deu super certo! A receita ficará exposta na lateral do blog até o próximo mês e o seu blog está na lista para participar do sorteio que acontecerá em dezembro entre todos os participantes deste quadro. O ganhador receberá um brinde e o título de Blogueiro do Ano de 2016. Boa sorte!


Beijos e até a próxima!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto