Pesquisar este blog

Carregando...

CANJIQUINHA COM BACON E CALABRESA



Olá amigos, bom dia!

Aproveitando as festas juninas e o friozinho que está fazendo, que tal preparar uma deliciosa canjiquinha? Sempre faço, tanto para nós aqui em casa como para receber os amigos, reunião de igreja, de familiares e já levei também numa festa junina entre amigos que organizamos, eu adoro e você?

A minha receita é bem simples e dá pra você fazer com frango, calabresa, bacon, costelinha de porco... com os ingredientes que você gostar! Anotem aí!

Ingredientes:
  • 250g de canjiquinha ou quirera
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 cebola pequena picadinha
  • 2 dentes de alho espremidos
  • 1 gomo de calabresa cortado em cubos (sem a capa)
  • 1/2 xícara (chá) de bacon cortado em cubos
  • Temperos de sua preferência
  • Sal a gosto
  • Cheiro verde a gosto
Modo de preparo:
  1. Lave bem a canjiquinha e depois deixe de molho por, no mínimo, 1 hora. Após este tempo, escorra a água e reserve.
  2. Numa panela grande (ela aumenta bastante), coloque o azeite, doure o alho e a cebola, junte a canjiquinha, cubra com água fervente, adicione os temperos, mexa bem e deixe cozinhando em fogo médio com a panela semi tampada por 30 a 40 minutos ou até que fique macia. Mexa de vez em quando para não grudar no fundo.
  3. Em outra panela, frite o bacon e a calabresa, escorra em papel toalha e junte à canjiquinha, regule o sal e, por último, acrescente o cheio verde, desligue o fogo em seguida e sirva bem quentinha.
Dicas da Si:
- Para quem não sabe, a canjiquinha é o milho amarelo triturado grosseiramente, conhecida também como quirera e o prato, em alguns lugares ou regiões, é conhecido como xerém.
- O alho e a cebola eu usei da minha conserva, veja aqui.
- Os temperos você pode usar os que mais lhe agradam. Eu normalmente uso pimenta do reino moída na hora, caldo de legumes ou aqueles mix de temperos prontos granulados que vendem em supermercados, aí vai do seu gosto mesmo.
- Deixe sempre água fervente à mão, pois durante o tempo de cozimento da canjiquinha a água colocada inicialmente vai reduzir e para não virar um mingau será necessário colocar mais água.
- Deixe para colocar o cheiro verde bem no finalzinho, quando a canjiquinha estiver praticamente pronta e desligue o fogo em seguida, se cozinhar muito o cheiro verde ele perde o sabor.
- Sirva acompanhada de croutons, pão italiano ou francês e queijo parmesão ralado.



Canjiquinha com frango desfiado e bacon que fiz para levar numa festa junina entre amigos

Ficamos por aqui! Até a próxima com mais receitas!


BOLO DE COCO COM COBERTURA DE LEITE NINHO



Olá amigos, bom dia!

Hoje trago pra vocês a receita do bolo que levei no 4º EBSPI. Eu ia levar, na verdade, bolo mousse de morango, mas não achei morangos bonitos e acabei optando pelo bolo de coco.

Na época do encontro que aconteceu em abril (estou mega atrasada com esta postagem, sorry!), a Sadhia, uma das organizadoras do evento, nos pediu que preparássemos uma quantidade suficiente para que os participantes do encontro pudessem provar da nossa receita ou do nosso "tempero" como ela mesma disse! Então, a intenção foi preparar quatro bolos de coco. Comecei os trabalhos na quinta-feira à tarde, mas na sexta-feira recebi a notícia do falecimento do meu tio, aí não tive cabeça para mais nada e consegui fazer somente 1 bolo e foi este que levei para o EBSPI. Na verdade, eu nem ia mais participar do encontro, mas depois que cheguei do enterro, triste certamente, meu marido me perguntou se eu queria ir que ele me levava, isso me animou um pouco e não pensei duas vezes, foi uma correria pra preparar tudo e pegamos a estrada já tarde, achei que não íamos conseguir chegar a tempo, mas conseguimos ainda pegar o finalzinho do encontro, mais detalhes você pode ver AQUI.

Esta receita é uma compilação de outras receitas que já apareceram aqui no blog, mas ficou tão boa que certamente vou repetir mais vezes, por isso vou colocá-la aqui na íntegra pra vocês!

Ingredientes:

Bolo (receita adaptada daqui):
  • 3 ovos
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
  • 3 colheres (sopa) de margarina
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 pacote de coco ralado (100g)
  • 2 xícaras (chá) rasas de farinha de trigo (200g)
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Margarina para untar
  • 1 xícara (chá) de leite quente para regar o bolo
  • Confeitos coloridos para decorar
Recheio (receita daqui):
  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixa de creme de leite
  • 1 xícara (chá) de leite
Cobertura de leite Ninho® (receita daqui):
  • 1 lata de leite 
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 6 colheres (sopa) de leite Ninho®
  • 1 caixa de creme de leite
Modo de preparo:
  1. Bolo: Bata no liquidificador, os ovos, o açúcar, a margarina, o leite e o coco até homogeneizar. Coloque a mistura numa tigela e junte a farinha de trigo, aos poucos, mexendo a cada adição com o auxílio de fouet ou colher de pau. Adicione o fermento e mexa delicadamente apenas para misturar. Despeje a massa numa forma untada com margarina e enfarinhada e leve ao forno médio preaquecido a 200ºC por cerca de 35 minutos ou até que, ao espetar o centro da massa com um palito, este saia limpo. Reserve. 
  2. Recheio: Misture os ingredientes e leve ao fogo , mexendo sempre, até engrossar. Aguarde esfriar.
  3. Cobertura: Numa panela, coloque o leite condensado, o leite e a margarina, leve ao fogo, mexendo sempre, até começar a desprender do fundo da panela (ponto de brigadeiro mole). Retire do fogo e acrescente o creme de leite, mexa bem até ficar um creme homogêneo. Utilize frio.
  4. Montagem: Corte o bolo ao meio, coloque uma das metades na própria forma que assou o bolo, umedeça com metade do leite quente. Distribua o recheio, coloque a outra metade do bolo por cima e umedeça com o restante do leite quente. Cubra com papel alumínio e leve à geladeira por algumas horas para firmar. Desenforme, cubra com a cobertura de leite Ninho e decore com os confeitos coloridos.
Dicas da Si:
- Se você guarda os ovos e o açúcar na geladeira, retire-os horas antes de preparar o bolo para que fiquem em temperatura ambiente. A margarina também deve estar em temperatura ambiente. Utilizar esses ingredientes gelados no bolo podem deixar a massa pesada.
- Eu não desenformei o bolo, montei e cobri na própria forma porque depois eu ia cortar em porções para colocar em embalagens individuais e levar para o encontro. 
- Se preferir, ao invés de decorar o bolo com os confeitos coloridos, poderá decorar também com coco ralado em flocos e morangos para deixá-lo ainda mais atrativo.
- O recheio eu tripliquei a receita com a intenção de rechear 4 bolos mas recheei apenas um! Imagina a quantidade de recheio que sobrou! Certamente vocês vão ver outras receitas com este recheio, que por sinal é maravilhoso, super recomendo!




E aqui o bolo nas embalagens individuais que levei para o encontro.


Hoje é a estreia do Fotos e Prosas no 1 Projeto por Mês da querida Márcia do Poções de Arte! Veja AQUI o que desencavei do meu bau, haha! Espero por vocês!!!

Beijos e um ótimo final de semana!


PUDIM DE TAPIOCA DA JÔ


Olá amigos, tudo bem?

É com muito prazer que recebo hoje, no Cantinho do Leitor, a querida amiga Jô do blog Jô Turquezza Mundial que nos trouxe uma receita deliciosa de "Pudim de tapioca." Segundo palavras dela "essa receita é demais!"

Confiram!

1 xícara (chá) de tapioca (aquela de bolinhas pequenas)
1 litro de leite de vaca
Coloca numa vasilha de vidro e deixar na geladeira (por uma noite).
No outro dia, bater no liquidificador (aos poucos), reserve.
Bater separado também no liquidificador:
4 ovos
2 vidros pequenos de leite de coco + 1 copo de leite de vaca
1 lata de leite condensado
Juntar este líquido com o que você deixou reservado numa vasilha de vidro e acrescentar:
1/2 xícara (chá) de açúcar, uma pitada de sal e mais 150g de coco ralado grosso (pode ser de pacotinho).
Caramelizar 2 formas pequenas de buraco no meio, distribuir a mistura acima nas duas (colocar as formas dentro de um tabuleiro grande retangular).
Assar por uma hora e meia em forno preaquecido (médio-baixo).
Deixe esfriar, colocar na geladeira e desenformar depois de bem gelado.

Foto de Jô Turquezza

Que beleza de pudim, gente! Estou salivando aqui! Se você ainda não conhece o blog Jô Turquezza Mundial, te convido a dar uma passadinha por lá! É um cantinho recheado de novidades! Tem culinária, beleza, artesanato e muito mais! Obrigada, Jô querida, por nos trazer uma receita tão especial, é um prazer receber você aqui no Cantinho do Leitor! Seja muito bem-vinda sempre! 

Gostou? Então faça como a Jô! Se você tem uma receita especial que goste de preparar compartilhe conosco aqui no Vivendo e Aprendendo. Saiba como participar clicando AQUI ou na imagem abaixo. Será um prazer receber você!


Beijos e até a próxima!


BOLO DE BATATA DO JAMIE


Olá amigos, bom dia!

Há um tempo atrás fui convidada pela Susana do blog "Tempo, para que te quero?" a participar de uma comunidade no facebook inicialmente denominada "Quinze dias com...", cujo proposta era desafiar os participantes a prepararem uma receita de um renomado chef, ora indicado pela organizadora do grupo, durante o período de 15 dias. Mas com tantos chefs renomados, inúmeras receitas e o tempo dos blogueiros escasso, viu-se a necessidade de aumentar este período para 30 dias, e o grupo passou, então, a se chamar Um mês com... Eu achei ótima esta mudança, pois 15 dias passa tão rápido e eu não estava conseguindo acompanhar o grupo! Até chegava a preparar a receita do chef proposto, mas quando me dava conta já tinha passado o período de publicar a receita e eu acabava ficando de fora! Com tantos afazeres, 30 dias é um tempo ideal para passarmos com o chef da vez e preparar suas deliciosas receitas.

E para abrir esta nova temporada, o chef proposto foi o Jamie Oliver! Eu confesso que fiquei  um pouco decepcionada com o Jamie quando veio ao Brasil e disse que os nossos tão amados brigadeiro e quindim não passavam de "um bando de porcaria." Ok, Jamie! Vai ver você tem razão! #sqn

Mas, enfim, desafio lançado, desafio aceito! Fiz esse bolo de batata que de bolo não tem nada, rsrs, mas ficou muito bom! Experimente!

Preparei esta receita na Airfryer e vou colocar exatamente como fiz caso você tenha uma também, aliás, desde que ganhei esta lindeza do marido o ano passado, já preparei muitas coisas nela e amo de paixão! Aos poucos vou colocando as receitas aqui pra vocês!

Se você não tem a Airfryer, acompanhe a receita original AQUI.

Ingredientes:
  • 5 batatas descascadas e cortadas em fatias grossas
  • 1 cebola fatiada
  • 1 colher (café) de tomilho
  • 2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico
  • Azeite
  • Sal e pimenta do reino moída na hora
  • Cheiro verde a gosto
  • Queijo parmesão ralado para polvilhar (opcional)
Modo de preparo:
  1. Pré-cozinhe as batatas fatiadas no vapor por 10 minutos.
  2. Preaqueça a máquina a 180ºC por 3 minutos. Enquanto isso, na forma que acompanha a Airfryer, coloque a cebola fatiada com um fio de azeite e o tomilho, coloque a forma na máquina e programe-a para 10 minutos. Quando estiver faltando 2 minutos para terminar o tempo, acrescente o vinagre balsâmico. Reserve.
  3. Na mesma forma (não precisa lavar), arrume metade das batatas, tempere com sal e a pimenta do reino, espalhe o refogado de cebola e, por último, coloque o restante da batata. Salpique queijo parmesão ralado por cima.
  4. Feche a máquina e programe-a para 15 minutos. Depois de pronto, salpique cheiro verde picado por cima e sirva em seguida.
Dicas da Si:
- Se você não tiver a panela a vapor, você poderá pré-cozinhar as batatas no micro-ondas, veja como AQUI, ou se preferir, pré-cozinhe-as numa panela com bastante água por aproximadamente 5 minutos, as batatas devem estar "al dente", macias, porém firmes.
- O tomilho eu utilizei o seco, mas se você usar o fresco, penso que vai deixar o prato ainda mais saboroso.
- Na receita original do Jamie não vai parmesão ralado, mas eu coloquei e ficou muito bom, fica a seu critério usá-lo ou não, ok?!
- A minha fritadeira é da Philips Walita, pode ser que o tempo de preparo mude de uma marca para outra, neste caso, abra a máquina de vez em quando para se certificar que o prato esteja do seu gosto. 

Esta é a primeira de uma série de receitas preparadas na Airfryer, que você poderá acompanhar pelo marcador "Cozinhando na Airfryer." 




Ótima quarta-feira e até a próxima!


PÃO DE LÓ DE FUBÁ DA SUELY



Olá amigos, bom dia!

Quando o mês de Junho chega pensamos logo em "festa junina", não é mesmo?! Entre tantas guloseimas deliciosas, típicas de festa junina, penso logo em bolo de fubá! Adoro! Mas quando vi esta receita de pão de ló de fubá no blog Sabor e Cor da Suely Peres, fiquei enlouquecida! Pão de ló por si só já é uma maravilha, imagina sendo de fubá! E não deu outra! É bom demais da conta! Depois da primeira mordida, só quero saber desse pão de ló de fubá! A massa é tão macia, mas tão macia, que parece uma esponja! Simplesmente amei!!! Sendo assim... 

O Vivendo e Aprendendo orgulhosamente apresenta: Receita de Blogueiro com este pão de ló de fubá delicioso vindo do blog Sabor e Cor! Se você ainda não conhece o blog da Suely, te convido a dar uma passadinha por lá e se encantar com as receitas que ela prepara, cada bolo maravilhoso e tão lindo de brilhar os olhos e encher a boca d'água! Não deixe de conferir!

Receita original AQUI.

Ingredientes:
  • 5 ovos (claras em neve)
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de fubá
  • 1 xícara (chá) de leite morno
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Açúcar e canela em pó para polvilhar
Modo de preparo:
  1. Na batedeira, bata as gemas com o óleo e o açúcar muito bem. Acrescente, aos poucos, a farinha de trigo e o fubá alternando com o leite.
  2. Desligue a batedeira e junte as claras em neve com o fermento em pó e misture delicadamente com o auxílio de um fouet.
  3. Despeje a mistura numa assadeira untada e enfarinhada e asse em forno preaquecido a 180ºC por 35 minutos.
  4. Depois de pronto polvilhe com a canela em pó e o açúcar.

Dicas da Si:
- Antes de bater a massa, bata primeiro as claras em neve, assim não precisa tirar as pás da batedeira para lavar, com isso ganhamos tempo na cozinha. Do contrário, se bater a massa primeiro, será preciso lavar as pás para depois bater as claras em neve. 
- Usei óleo de milho no preparo desta receita.
- No meu forno levou 35 minutos para o bolo ficar pronto, mas este tempo pode variar de um fogão para outro, recomendo apenas que não abra o forno antes de 30 minutos, pois o bolo poderá murchar.
- Como tinha uma sobra de cocada cremosa na minha geladeira e de coco ralado colorido desta receita aqui, optei por espalhar esta cocada sobre o bolo e polvilhar com o coco ralado, ficou bom demais! 



Estes coloquei em forminhas de cupcake e levei para minha sobrinha que fez aniversário ontem.

Obrigada Suely querida por compartilhar esta receita deliciosa e de sucesso. A receita ficará exposta na lateral do blog até o próximo mês e o seu blog está na lista para participar do sorteio que acontecerá em dezembro entre todos os participantes deste quadro. O ganhador receberá um brinde e o título de Blogueiro do Ano de 2016. Boa sorte!


Beijos e até a próxima!


BALA DE GOMA



Olá meus amigos, tudo bem?

A receita de hoje povoou meus pensamentos desde o dia que fiquei sabendo do tema proposto pelo Dia Um... Na Cozinha para o desafio do mês de junho: Balas de Goma!!! Ai ai ai... Nunca fiz! Será que vou me sair bem??? Pensei!! Então, comecei com as minhas pesquisas por receitas com este tema nos meus livros, revistas, blogs, sites... E percebi que cada um tem um jeito de fazer. Uns fazem com açúcar refinado, outros com açúcar cristal, uns usam essência e corante, outros usam apenas gelatina com sabor, uns decoram com açúcar cristal outros com açúcar de confeiteiro e para dar forma às balas uns usam forminhas, outros cortadores e por aí vai... E de tanto ver receitas e vídeos acabei criando a minha própria! Foi um risco, pois poderia dar tudo errado e eu não ia poder participar do desafio, mas... Que emoção quando vi as minhas primeiras balinhas tomando forma! E o sabor? Huuumm... Impossível comer uma só! Façam, gente! E depois me contem o que acharam!!! Vocês vão ver que é super fácil de fazer e  não tem segredo nenhum!

Só tem um porém, essas balinhas são um pecado, verdadeiras "gordelícias", rs, confesso que fiquei espantada com a quantidade de açúcar, ainda mais porque sou avessa ao açúcar, mas como queria testar essa receita procurei fazer do modo tradicional, mas certamente, numa próxima vez vou fazer numa versão mais light.

O tema deste mês é em homenagem ao Dia das Crianças em Portugal comemorado exatamente hoje dia 1º de Junho. Aqui no Brasil comemoramos no dia 12 de Outubro, já fica aí a dica! rs

Mas chega de conversa, não é?! E vamos ao que interessa! Anota aí a receita!

Ingredientes:
  • 2 pacotes de gelatina incolor  sem sabor + 10 colheres (sopa) de água para hidratá-la
  • 1 pacote de gelatina sabor morango + 250ml de água fervente
  • 500g de açúcar refinado ou cristal
  • Gotas de corante vermelho
  • 1 colher (sopa) de essência de morango (opcional)
  • Margarina ou óleo para untar
  • 2 xícaras (chá) de açúcar cristal para envolver as balas
Modo de preparo:
  1. Dissolva a gelatina sem sabor na água, aguarde 1 minuto e leve ao micro-ondas por 25 segundos.
  2. Enquanto isso, dissolva a gelatina sabor morango na água fervente, junte a gelatina sem sabor já hidratada e misture bem.
  3. Numa panela, coloque o açúcar, o corante, a essência (opcional) e a gelatina dissolvida, misture tudo muito bem e leve ao fogo mexendo sempre. Quando começar a levantar fervura, desligue o fogo e continue mexendo até dar uma leve encorpada.
  4. Despeje a mistura numa forma ou refratário untado com margarina ou óleo e leve à geladeira por 24 horas.
  5. Após este tempo, corte as balas no formato de sua preferência, envolva-as no açúcar cristal e sirva.
Dicas da Si:
- Para hidratar a gelatina sem sabor, o tempo do micro-ondas varia de acordo com a potência de cada aparelho. Sugiro que deixe por 15 segundos primeiro e, se precisar, por mais 10 segundos. Não deixe a gelatina ferver senão ela não gelatiniza.
- Nem precisa usar a essência e o corante se você não quiser porque a gelatina com sabor já vai dar cor e sabor às balas, mas a essência vai deixar as balas com um sabor ainda mais acentuado e o corante, por sua vez, vai deixar as balas com uma cor mais viva, mais bonita.
- Para alterar a cor e o sabor das balas, basta usar a gelatina com o sabor de sua preferência e não se esqueça de combinar a essência e o corante com o sabor e cor que escolheu, caso queira usar esses itens.
- Eu não usei a essência, usei apenas o corante para dar mais cor às minha balas. O corante pode ser líquido, em gel ou em pó, dá certo com os três, mas o líquido neste caso é o mais recomendado porque ele se mistura mais facilmente. Se for usar o corante em pó misture-o antes com o açúcar para depois colocar os demais ingredientes. 1 colher (sopa) rasa do corante em pó é o suficiente, ok?!
- IMPORTANTE: ao levar a mistura ao fogo, NÃO deixe ferver totalmente, senão a gelatina perde o seu poder de solidificação, quando começar a levantar fervura, você vai perceber pelas laterais, já desliga o fogo e continue mexendo conforme mencionei na receita.
- Não precisa deixar a mistura atingir a consistência na geladeira, poderá mantê-la em temperatura ambiente, mas respeite o tempo de descanso para depois cortá-la formando as balas.
- A espessura da bala vai do gosto de cada um, mas não use uma forma muito grande senão ela vai ficar muito fina, o ideal é a mistura atingir, no mínimo, 1 cm de altura da forma.
- Depois de pronta, quando a mistura estiver totalmente solidificada, corte-a no formato desejado, para isso, você poderá lançar mão de uma faca, tesoura ou cortadores para dar forma às balas. Eu usei cortadores no formato de coração e círculo e nem desenformei, cortei na própria forma, no caso, eu usei um refratário. Para facilitar, poderá colocar a mistura em forminhas de acetato próprias para bombom, assim não precisa cortar e tem de vários formatos e tamanhos. Depois das balas cortadas, passe-as no açúcar cristal, refinado ou açúcar de confeiteiro como preferir. Eu confesso que não gostei de ficar mordendo os grânulos do açúcar cristal não! Da próxima vez vou usar outro tipo de açúcar para envolver as balas, mas vai do gosto de cada um!
- Conserve as balas em potes de vidro fechados e guarde-os em lugares secos e arejados, não precisa de refrigeração. As balas duram em torno de 3 meses.
- Esta receita me rendeu 206 balas, mas devo computar também as que eu e meu marido comemos, rs. Então, calculo que deu em torno de 215, 218 balas, mas tudo vai depender do modo como você cortar as balas.



Como eu usei cortadores, sobrou a rebarba, aquela parte dos cortes feitos com os cortadores, claro que não descartei! Cortei com uma tesoura e me renderam mais balas ainda!


Para conservar minhas balas, guardei-as no pote de vidro da Nadir Figueiredo que ganhei no 4º EBSPI.


Distribuí as balas em embalagens da Prafesta que ganhei também no 4º EBSPI e presenteei alguns amigos e familiares.


Coloquei o logo dos meus blogs nas embalagens, coloquei em saquinhos transparentes e amarrei fita azul, fica aí uma dica bacana para presentear quem você gosta! E o mais legal é que o presente foi feito por você! Super valoriza! ;)


Gente, adorei, adorei preparar estas balinhas! Só mesmo o Dia Um... Na Cozinha para me proporcionar experiências incríveis e grande aprendizado!


A todas as crianças de Portugal e do mundo inteiro...



PENNE COM MUSSARELA AO MOLHO ROSÉ


Olá amigos, bom dia!

Quem gosta de massas levanta a mão! Eeeu!!! o/
Eu não gosto não, eu adoro!!! Inúmeras são as receitas que podemos preparar com elas! Desta vez, preparei um penne sem glúten com linhaça dourada da Tivva, produto maravilhoso que ganhei no 3º EBSPI. Sim, gente amiga, o 4º EBSPI já aconteceu e eu ainda tenho produtos que ganhei do 3º, por aí dá pra ter uma ideia da quantidade de produtos que a gente ganha neste delicioso encontro! 

Bem, voltando ao penne, preparei esta receita para o almoço de domingo e agradou bastante e, quer saber? No dia seguinte ficou ainda mais deliciosa, uma esquentadinha no micro-ondas e pronto, meu almoço ficou divino. Experimente!

Ingredientes:
  • 250g de macarrão do tipo penne
  • 1/2 colher (sopa) de azeite
  • 1 dente de alho triturado
  • 1 cebola pequena ralada
  • 200g de mussarela
  • 1/2 xícara (chá) de creme de leite
  • 1 sachê de caldo de galinha em pó
  • 1 tomate sem pele e sem sementes picado
  • 3/4 xícara (chá) de molho de tomate comprado pronto
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Cheiro verde a gosto
  • Queijo parmesão ralado para polvilhar
Modo de preparo:
  1. Cozinhe o macarrão conforme as instruções da embalagem e reserve.
  2. Numa panela, doure o alho e a cebola no azeite, acrescente o tomate picado, o molho de tomate e cozinhe até o tomate murchar. Adicione o caldo de galinha, a pimenta e, por último, o creme de leite, misture muito bem, regule o sal e desligue o fogo.
  3. Coloque um pouco do molho no refratário e faça camadas de macarrão, molho e mussarela, até terminarem os ingredientes, sendo que por último deverá ser o molho, salpique queijo parmesão ralado por cima.
  4. Leve ao forno preaquecido a 200ºC por 20 minutos ou até gratinar. Após tirar do forno salpique cheiro verde picado. Sirva ainda quente.
Dicas da Si:
- Na água do cozimento do macarrão eu adicionei 1 sachê de caldo de legumes.
- Eu coloquei sal nos ingredientes, mas fique atento para não salgar o molho porque o caldo de galinha já contém sal, ok?!
- Esta receita eu fiz com penne, mas você poderá fazer com a massa de sua preferência.



E de sobremesa, que tal um delicioso Flan de chocolate zero adição de açúcar? Mais um produto saudável e delicioso que ganhei no 3º EBSPI.


Quem nos acompanha no instagram já viu esse macarrão e o flan por lá. Fique por dentro das novidades do Vivendo e Aprendendo em primeira mão!

Para seguir clique na imagem

Beijos e até a próxima!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto