Pesquisar este blog

PALAVRAS ESTRANGEIRAS UTILIZADAS NA COZINHA BRASILEIRA

 

Olá meus amigos, bom dia!

 

Às vezes, quando leio alguma receita, livro de culinária ou um cardápio de restaurante, aparecem umas palavras estrangeiras que não tenho nem ideia do significado e muitas vezes não vem a definição delas como se a gente fosse obrigado a saber do que se trata.

 

E por causa disso fui atrás do significado de algumas delas, pesquisando na internet, no dicionário e também no meu “fichário de receitas” (um produto da Tilibra), vem algumas definições as quais deixo aqui pra vocês.

 

À la provençale – designa pratos preparados à moda da Provence, região localizada no sul da França. São pratos feitos à base de azeite e alho, podendo ser usado também vegetais como cebola, tomate e berinjela.

 

Bouquet-garni – palavra de origem francesa que significa um ramalhete de cheiro verde. Geralmente é feito com tomilho, salsa, louro, manjericão, entre outros. Muito usado para aromatizar molhos.

 

Brodo – de origem italiana, é uma caldo que se obtém através do cozimento de carnes e legumes, é a base para o preparo de pratos como sopas, cremes e molhos.

 

Cassoulet – uma iguaria francesa feita à base de feijão branco, carne de ganso, pato ou porco. Aqui no Brasil usa-se fazer este prato com carne seca ou frango, além da carne de porco, o preparo é parecido com a nossa feijoada, com a diferença que ao invés do feijão preto, usa-se o feijão branco.

 

Chateaubriand – filé mignon de aproximadamente meio quilo, feito na manteiga, com vinho tinto e champignons.

 

Confit – é uma palavra francesa, é uma técnica de conservação dos alimentos que consiste em cozinhá-los na gordura sem fritar.

 

Consommé – palavra de origem francesa que significa um caldo de carne muito forte.

 

Creme Brulée – é uma das sobremesas mais tradicionais da França, feita à base de creme de leite, açúcar e gema de ovo.

 

Croutons – cubinhos crocantes de pão, fritos na manteiga ou dourados no forno.

 

Gratin – creme polvilhado com queijo ralado, utilizado para cobrir determinados pratos que vão ao forno. Pratos com essa cobertura chama au gratin.

 

Hors-D’Oeuvre – expressão francesa que significa aperitivo ou entrada.

 

Julliene – é o nome dado ao corte de verduras e legumes em fatias finas e longas. Conhecido também como “corte à juliana”.

 

Mascarpone – utilizado em doces e salgados, é um tipo de laticínio italiano elaborado com a adição de ácido cítrico ao creme de leite. Depois de separado do soro, o creme de leite se torna uma massa alva, cremosa e levemente ácida. É um alimento de consumo rápido.

 

Ratatouille – prato típico de Provence, na França, feito à base de berinjelas e tomates picados, conhecido também como “ragu de legumes”.

 

Sambuca – tipo de licor italiano preparado à base de anis.

 

Sauté – dourar o alimento em pouca gordura e em fogo alto. É daí que vem o termo “saltear” os legumes.

 

Tiramisù – um tipo de pavê, originário da Itália. É feito com camada de mascarpone, zabaione e biscoitos molhados no café ou vinho.

 

Tournedos – é o "miolo do filé mignon, geralmente uma fatia de 2 cm. Normalmente é servido grelhado.

 

Velouté – molho feito do caldo que sobra do cozimento de aves e peixes e para conseguir a sua forma “aveludada”, como o próprio nome diz, basta acrescentar manteiga.

 

Zaatar – é uma mistura de ervas, utilizada na cozinha árabe e libanesa.

 

Percebe-se que há muita influência estrangeira na nossa culinária, principalmente da França e Itália. Justamente por causa desta influência que devemos estar por dentro do significado de cada palavra, cada termo para não ficarmos perdidos na hora de prepararmos uma receita ou na hora que estivermos escolhendo um prato num restaurante.

 

Além destas palavras que citei neste post, há muitas outras ainda, mas procurei selecionar as menos conhecidas ou as conhecidas, mas que eu não sabia ao certo o seu significado. Se você souber o significado de outra palavra estrangeira usada na nossa culinária e que não foi citada aqui, deixe um comentário.

 

Meus queridos, não ando nada boa da coluna, por isso não tenho feito as visitas ao blog de vocês, nem era pra eu estar aqui no computador neste momento, mas a vontade e o compromisso de trazer as dicas de hoje falaram mais alto. Espero ficar boa logo!

 

Um grande beijo a todos vocês!

PAPARAZZI

 

Olá amigas, bom dia!

 

Sabe aquela mosquinha irritante que fica em cima da gente nos incomodando? É o significado de “paparazzi” ou “paparazzo”, uma palavra italiana que serve também para denominar aqueles fotógrafos que atormentam a vida das celebridades atrás de um flash, no mínimo, comprometedor.

 

Mas não estou aqui para falar deles não e nem das mosquinhas irritantes, mas sim para mostrar esta cor que vai fazer você se tornar um “paparazzi” de tanto correr atrás deste esmalte da Impala: o Paparazzi.

 

Na verdade, ele é um perolado e se você usar somente ele, sem um cremoso por baixo é bom dar umas três camadas para que ele tenha uma boa cobertura. Da primeira vez eu usei só ele, apenas com uma base por baixo e ele bem lembrou o Jeans da Colorama. E por causa disso, desta segunda vez que usei passei uma camada de Jeans por baixo e uma camada de Paparazzi por cima, uma combinação que deu super certo!

 

Geralmente, prefiro as unhas mais curtas porque as unhas grandes me incomodam, atrapalham e muito mais do que isso, como mexo muito na cozinha, por uma questão de higiene procuro mantê-las mais curtinhas. Mas por causa das postagens de sábado onde falo sobre os esmaltes acabei deixando as unhas crescerem e fiquei com o pensamento de que se lascassem ou quebrassem eu cortava, mas as danadinhas continuaram firmes e fortes por semanas e semanas, só crescendo, então, não teve jeito, tive que cortá-las.

Em comparação com as fotos de sábado passado, Dogs – Husky, elas estão bem mais curtas, o que ajuda é que o formato delas é grande dando a impressão de que elas não estão tão curtas assim, mas estão! rs

 

Impala_Paparazzi

 

Lembram quando eu disse neste post AQUI que a gente acaba comprando esmaltes de marcas diferentes, mas com tonalidades parecidas? Vejam como o Jeans da Colorama e o Paparazzi da Impala são parecidos, a diferença (mínima) é que o Paparazzi tem uns brilhinhos por ser perolado.

 

Jeans_Paparazzi

 

Ao usar este esmalte, cuidado com os paparazzis, eles podem correr atrás de você por causa das suas lindas unhas, rs.

Beijos, ótimo final de semana pra todos!

PEIXE COM LEGUMES

(da Coleção Dona Benta – “Melhores Receitas”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Eu já comentei em alguns posts que não sou fã de peixe, mas por ser saudável procuro colocar no cardápio aqui de casa e também para que este cantinho tenha outras opções de receitas além da carne vermelha e o frango. E por causa disso, principalmente por causa do blog, passei a ler e procurar mais receitas com peixes e a cada nova descoberta me surpreendo com o resultado, como este prato que trago hoje pra vocês. Super simples de fazer e o sabor é muito bom, eu que não sou fã de peixe gostei, imagina quem gosta, é o “manjar dos deuses”, rs. Experimentem!

 

Ingredientes:

  • 600 g de filé de pescada ou tilápia
  • 2 colheres (sopa) de suco de limão
  • Sal e pimenta do reino
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva
  • 1 cebola média em rodelas finas
  • 2 xícaras (chá) de cenoura em cubinhos
  • 1/2 pimentão vermelho em cubinhos (não usei)
  • 3 tomates sem pele e sementes em cubinhos
  • 1/2 xícara (chá) de maionese
  • 4 colheres (sopa) de vinho branco seco
  • 2 colheres (sopa) de coentro picadinho

 

Modo de preparo:

  1. Tempere o peixe com o limão e sal e pimenta a gosto. Deixe marinar por 15 minutos.
  2. Unte uma frigideira grande com o azeite e distribua, em camadas, metade da cebola, da cenoura, do pimentão e do tomate. Arrume os filés por cima e cubra com o restante dos ingredientes, na mesma ordem (cebola, cenoura, pimentão e tomate).
  3. Misture a maionese com o vinho e distribua sobre os ingredientes. Polvilhe metade do coentro, tampe e cozinhe em fogo baixo por cerca de 15 minutos, sem mexer.
  4. Sirva quente, salpicado com o restante do coentro.

 

Dicas da Si:

- Eu usei o filé de pescada e fiz metade desta receita.

- No lugar do coentro eu usei salsa purpurina.

- Eu não usei o pimentão vermelho porque acho que ele deixa os pratos um pouco adocicados e por isso nem compro.

- Eu deixei no fogo por 20 minutos, 5 a mais do que pede a receita para secar um pouco do molho que se forma, mas cuidado para não queimar o fundo.

- Decorei com alface americana cortada em tiras, tomates-cereja e azeitonas verdes.

 

Peixe com Legumes

 

Peixe com Legumes1

 

Peixe com Legumes2

 

Bom apetite!

 

SALADA DE SHOPPING

(by Sileni Machado)

 

Olá amigos, bom dia a todos!

 

Quando eu estava trabalhando fora, comia direto em restaurantes e shopping, mas com o passar do tempo tudo aquilo foi me enjoando, principalmente porque prezo demais uma boa comida caseira.

Nesta época, com a correria do dia a dia passei a ser turista na minha cozinha para não dizer na minha própria casa, já que aparecia por aqui apenas para dormir e a uma certa altura do campeonato já não aguentava mais comer fora e a única coisa que eu conseguia comer era a salada de shopping.

Depois que voltei para o meu lar doce lar, já não como em restaurantes e shopping com tanta frequência, mas de uma coisa sinto falta: a salada que sempre comia no shopping, mais precisamente do Giraffas e a minha preferida era de frango.

E pra matar um pouco a saudade e a vontade resolvi eu mesma preparar esta salada que só de pensar me dá água na boca.

Esta salada que preparei, fiz da minha cabeça, eu não tenho a receita original que é do Giraffas, apenas tomei como base os ingredientes nela contidos, nem sei dizer se é desta forma que eles fazem.

 

Ingredientes:

  • alface americana cortada em tiras
  • tomate seco
  • croutons
  • queijo parmesão ralado
  • 1 steak de frango empanado congelado
  • azeitonas verdes sem caroço cortadas em rodelas

 

Preparo:

  1. Faça o steak de frango conforme as instruções da embalagem.
  2. Misture os demais ingredientes e tempere a gosto.
  3. Fatie o steak de frango e coloque por cima da salada.

 

Dicas da Si:

- Eu não coloquei a quantidade dos ingredientes, porque vai depender da quantidade que você quiser fazer. Eu fiz um prato individual mais ou menos na mesma quantia servida no shopping.

- O steak de frango você acha facilmente em supermercados e vende em embalagem individual. O modo de preparo na embalagem é frito, mas eu assei em forno preaquecido a 180°C por 15 minutos de cada lado ou asse até ficar sequinho e crocante.

- O tomate seco fui eu que fiz, coloco a receita pra vocês num outro post, mas você pode comprar pronto, também vende em supermercado.

- Para saber como fazer os croutons clique AQUI. Desta vez fiz os croutons no forno e usei o pão francês porque acho que fica mais crocante e gostoso. É só fatiar o pão francês e depois cortar em cubinhos pequenos, temperar e levar ao forno até dourar.

- A única coisa que acrescentei na salada foram as azeitonas, na salada original do Giraffas não tem.

- No shopping, você pode escolher o tempero para a salada: molho italiano, americano e um outro que não estou me lembrando no momento, eu sempre peço com molho italiano, mas aqui em casa não temos o hábito de temperar saladas, então não preparei o molho, usei apenas azeite e sal. Mas se você quiser fazer o molho italiano que é o meu preferido, anote a receita, lembrando que não é a receita original do Giraffas, também não sei dizer se é assim que eles fazem, foi como eu disse, tudo aqui foi feito da minha cabeça, baseado nos ingredientes que eu comi na salada original.

Molho italiano: 1 dente de alho, 1 colher (café) de sal, 1 colher (café) de orégano, pimenta do reino a gosto, 1/2 xícara (chá) de azeite, 4 colheres (sopa) de vinagre, 3 colheres (sopa) de vinho branco seco. Bata tudo no liquidificador ou mixer e sirva em saladas.

 

Salada de Shopping

 

Salada de Shopping1

 

Salada de Shopping2

 

Esta é a minha salada preferida de shopping e o melhor de tudo é que agora dá para comer a hora que der vontade sem precisar sair de casa ou ligar para o delivery, basta ter os ingredientes e mãos a obra!

 

Beijos e até a próxima!

HIGIENIZANDO AS VERDURAS, LEGUMES E FRUTAS

 

Olá amigos, bom dia!

 

A dica de hoje é a higienização das frutas, legumes e verduras. Antes eu lavava somente na hora que eu ia comer em água corrente. Depois, de tanto se ouvir falar em bactérias, agrotóxicos e doenças causadas por alimentos mal lavados, passei a deixar de molho numa solução com vinagre, mas os especialistas dizem que isso não é o suficiente, recomendando o uso da água sanitária. Mas a água sanitária tem um cheiro muito forte e, sinceramente, tenho medo de usá-la nos alimentos. Passei então a usar um produto próprio para este fim que compro no supermercado e chama-se Pury Vitta que, na verdade, tem o mesmo princípio ativo da água sanitária, mas o cheiro é bem mais suave e sinto-me mais segura na hora de utilizá-lo.

 

Depois que eu passei a acompanhar o “Dr. Bactéria” naquele quadro do Fantástico, lembram-se dele? Pois é, posso dizer que a minha vida mudou totalmente e passei a adotar hábitos que até então não tinha. Cheguei até a ficar paranoica com a questão “bactérias” a ponto de dormir e acordar pensando nelas, mas isto conto pra vocês numa outra oportunidade. Alguns hábitos deixei de lado para preservar a minha sanidade mental, rs, outros, no entanto, permaneceram, como higienizar as verduras, legumes e frutas, por exemplo, hábito que considero importante para a nossa saúde e não somente por causa das bactérias, mas também devido a alta concentração de agrotóxicos, bichinhos e ovinhos que os insetos depositam principalmente nas verduras.

 

As verduras

Geralmente são folhas que carregam muita sujeira como terra, larvas e outros bichinhos, por isso devemos dar uma atenção maior para elas.

Ao chegar da feira ou supermercado coloque as verduras dentro da geladeira e deixe por duas horas.

Depois deste tempo lave tudo em água corrente, folha por folha, sempre começando da folha para a raiz, pois na maioria das vezes os insetos depositam seus ovos na raiz, se você lavar da raiz para a folha, pode acontecer dos ovinhos ficarem parados na folha e você não perceber. Lavando da folha para a raiz, se tiver algum ovinho ali ele vai escorrer para a pia. Importante também é esfregar bem a raiz e de preferência usar uma escovinha, pois os ovinhos costumam ficar grudadinhos e não se soltam facilmente com água.

 

Higienizando Verduras

 

Em seguida, deixe de molho numa solução própria para higienização por, no mínimo, 5 minutos. Aqui em casa faz muito tempo que uso o Pury Vitta, uma solução composta por hipoclorito de sódio, o mesmo usado em água sanitária. Use meia tampinha para cada litro de água. A própria água sanitária também pode ser usada para higienização das verduras, usa-se 1 colher (sopa) para cada litro de água, mas acho que fica um cheiro forte e também não fico muito à vontade na hora de utilizá-la.

 

pury vitta

 

P4200938

 

Após os 5 minutos na solução, lave tudo de novo folha por folha em água corrente.

 

Higienizando Verduras3

 

Retire todo o excesso de água e acondicione em vasilhas com tampa e guarde na parte de baixo da geladeira. Dura por mais de uma semana.

 

Higienizando Verduras1

 

A foto a seguir tirei depois de uma semana para vocês verem como conserva a alface seguindo estes passos.

 

Higienizando Verduras2

 

No caso das frutas, legumes e vegetais proceda da mesma maneira que as verduras. Coloque na geladeira por 2 horas, depois lave um a um em água corrente, deixe de molho na solução por 5 minutos e em seguida lave novamente em água corrente.

 

Higienizando Frutas

 

Higienizando Legumes e Vegetais

 

Seque muito bem cada um deles com papel toalha, coloque-os em embalagens tipo “ziploc” (retire o ar) e guarde na parte debaixo da geladeira, no gavetão.

 

Higienizando Frutas1

 

Higienizando Legumes e Vegetais1

 

A higienização das frutas, verduras e legumes é muito importante e requer tempo e paciência. Você já parou pra pensar no trâmite que os alimentos percorrem até chegarem à sua mesa? A origem e as condições que eles são cultivados? Não estou querendo dar uma de “Dr. Bactéria” não, querendo colocar caraminholas na sua cabeça, mas se você não tem um pomar ou uma horta no seu quintal, todo cuidado é pouco. Paranoia? Talvez…

 

Ah que saudade da época que a gente tomava água da torneira, comia fruta direto do pé sem lavar e não se ouvia falar em bactéria, hoje em dia não se pode fazer mais nada que tudo é motivo pra ficar doente. Será o fim dos tempos???

 

E você, como lava as frutas, verduras e legumes? Tem alguma dica para nos passar?

 

Beijos, ótima semana pra todos!

DOGS - HUSKY

 

Olá amigas, bom dia!

 

Dizem que o cão é o melhor amigo do homem, por ser fiel, companheiro… e eu digo que também é o melhor amigo da mulher, pois este “cãozinho” que eu estou dizendo traz beleza, cor e muita alegria!

Estou falando da coleção Dogs da Risqué e entre tantos cãezinhos fofos que a linha traz, escolhi o Husky, porque fiquei pensando o quanto é um cachorro esperto, forte e com olhos azuis lindos! Está aí o segredo desta cor que encanta e nos hipnotiza, um azul maravilhoso como os olhos do Husky!

 

risqué_husky

 

risqué_husky2

 

risqué_husky1

 

Dica da Si:

- A dica de hoje são estes lenços removedores de esmaltes muito práticos para carregarmos na bolsa, porque esmalte descascando e saindo das unhas fica feio demais, ninguém merece! E carregar acetona líquida na bolsa, nem pensar! Se vazar faz um estrago daqueles, sem falar no cheiro forte que fica dentro da bolsa depois. São ótimos também quando formos viajar, não ocupa espaço e cabe em qualquer cantinho da bolsa ou da mala. Eles não são assim tão potentes quanto a acetona, mas ajudam muito numa situação de emergência! E o cheiro é bem suave. Tem de várias marcas, é só escolher a sua e abastecer a sua bolsa, ótimo também para deixar dentro da gaveta no seu trabalho.

 

ricca-lenços removedores

 

Beijos e ótimo final de semana pra todas vocês!

CREME CHINÊS

(by internet)

 

Olá amigos, bom dia a todos!

 

Hoje é sexta-feira e trago pra vocês esta sobremesa para o final de semana. É uma sobremesa clássica, muito saborosa, ótima para servir após o almoço de domingo.

Mas eu não fiz para o almoço de domingo, não! Fiz para levar na casa de amigos muito queridos na sexta-feira passada. É a primeira vez que faço este creme aqui em casa, já fiz de outras maneiras, mas assim em três camadas é a primeira vez.

Esta é mais uma daquelas receitas que tenho impressa em papel da época que eu ficava na internet imprimindo receitas e em nenhuma delas tem anotado a fonte, por isso se for da autoria de alguém, me avise para que eu possa dar os créditos.

 

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • 3 latas de leite (usar a lata de leite condensado como medida)
  • 3 ovos (claras e gemas separadas)
  • 3 colheres (sopa) de amido de milho
  • 1 sachê de gelatina em pó sabor morango
  • 6 colheres (sopa) de açúcar refinado

 

Modo de preparo:

  1. Prepare a gelatina conforme as instruções da embalagem. Reserve.
  2. Bata no liquidificador o leite condensado, o leite, as gemas e o amido de milho.
  3. Transfira para uma panela e leve ao fogo mexendo sempre até engrossar (+- 10 min.). Deixe esfriar um pouco e bata o creme no liquidificador ou mixer até ficar uma mistura homogênea.
  4. Despeja em um refratário e leve à geladeira por, no mínimo, 30 minutos.
  5. Enquanto isso, bata as claras em neve, acrescente o açúcar aos poucos e bata até ficar uma consistência firme, tipo um suspiro.
  6. Misture a gelatina reservada (esta deverá estar fria) com o “suspiro” delicadamente.
  7. Despeje sobre o creme e leve à geladeira até que a gelatina fique firme.

 

Dicas da Si:

-  Você poderá substituir a gelatina de morango por outro sabor de sua preferência.

- Se quiser a camada de gelatina mais alta, use 2 sachês de gelatina em pó.

- Não precisa bater o creme no liquidificador depois de pronto, conforme no item 3, basta colocá-lo num refratário e levar à geladeira. Este processo de bater no liquidificador deixa o creme mais leve e elimina qualquer “pelotinho” que venha formar durante o cozimento, principalmente por causa do amido de milho, mas se você não quiser bater, não há a necessidade. Mas vale a pena bater, fica uma textura perfeita.

- Ao misturar a gelatina com o suspiro, você vai perceber que eles não se misturam totalmente, o suspiro vai adquirir uma cor rosada por causa da gelatina de morango, mas a gelatina vai ficar toda por baixo do suspiro, mas é assim mesmo, não vai bater na tentativa de misturar os dois, esta mistura deve ser feita delicadamente.

- Se quiser acelerar o processo, depois de pronto, leve o doce para o freezer, assim a gelatina fica firme mais rapidamente, só não pode esquecer o doce lá, senão vira sorvete.

- Esta sobremesa vai ficar com 3 camadas: a de gelatina, a de creme e a de suspiro por cima de tudo.

- Quando eu fiz a gelatina eu a deixei em temperatura ambiente e ao misturar com o suspiro ela estava liquida e ao colocar por cima do creme a gelatina escorreu toda por baixo ficando a primeira camada de gelatina, depois a de creme e a de suspiro. Mas se você quiser que a gelatina fique no meio, assim que prepará-la coloque-a na geladeira para que ela tome a consistência de “clara de ovo” e só então misture com o suspiro, desta forma, ao colocar por cima do creme ela não vai escorrer, ficando assim na camada do meio. Eu confesso que todas as vezes que eu vou fazer um doce que leva gelatina ela sempre fica por baixo de tudo, acho que não tenho muita paciência de esperá-la firmar para para depois usá-la. Mas não importa se ela ficar por baixo ou por cima, o importante mesmo é ir pra dentro da boca porque é bom demais! rs.

 

Eu tirei várias fotos aqui em casa, mas era de noite e a única que ficou boa foi esta que tirei lá na casa dos meus amigos na hora que a gente estava comendo, pedi licença e tirei uma foto, foi a salvação porque foi a única que saiu um pouco melhor que as outras. Eu poderia nem fazer este post por conta de não ter uma foto mais bacana, mas esta sobremesa é tão boa que não dá pra esperar uma próxima vez na tentativa de tirar uma foto mais decente. Experimentem! Eu comi tanto que nem fiquei com vontade de tirar mais fotos, bati uma e já corri pro abraço, rs.

 

Creme Chinês

 

Beijos e até amanhã!

SALADA CROCANTE DE BATATA DOCE

(da Revista “Vovó Palmirinha – Peixes e Saladas”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Trago hoje pra vocês esta salada fácil de fazer e bem saborosa! Ultimamente na feira estou encontrando bastante batata doce, então, vamos aproveitar e fazer esta salada que é tudo de bom! Não fiz exatamente como manda a receita, mas mesmo com as mudanças que eu fiz, ficou bem gostosa, experimente!

 

Ingredientes:

  • 500g de batata doce
  • sal a gosto
  • 1/2 xícara (chá) de bacon em cubos
  • 1 maço de rúcula
  • 1 colher (sopa) de salsa picada
  • 2 colheres (sopa) de semente de gergelim
  • Azeite para untar

 

Molho

  • 1/2 xícara (chá) de azeite
  • 1/2 xícara (chá) de vinagre balsâmico
  • 2 colheres (sopa) de molho inglês (comprado pronto)
  • Sal a gosto

 

Preparo:

Em uma panela, em fogo médio, cozinhe a batata doce em água com sal por 20 minutos ou até ficar macia. Escorra, corte em rodelas e reserve. Em uma frigideira, em fogo médio, frite o bacon até dourar, escorra sobre papel absorvente e reserve. Na mesma frigideira, untada com azeite, frite as batatas até dourar. Misture com o bacon e arrume sobre as folhas de rúcula em uma saladeira. Polvilhe com a salsa, as sementes de gergelim e regue com os ingredientes do molho misturados. Sirva em seguida.

 

Dicas da Si:

- Como disse no início, não fiz exatamente como manda a receita que diz: frite as batatas até dourar. Eu fiz as batatas até, praticamente, queimar, rsrsrs. Por isso , fique atento porque a frigideira já vai estar quente por causa do bacon que foi feito ali, ok?

- Substituí a rúcula por alface crespa e a salsa picada por salsa purpurina.

- Como aqui em casa não temos o hábito de usar temperos nas saladas, não fiz o molho, mas deve dar um sabor muito especial a este prato.

 

Salada Crocante de Batata Doce1

 

Salada Crocante de Batata Doce2

 

Beijos, fiquem com Deus!

TULIPAS AO FORNO

(by Sileni Machado)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Se tem uma coisa que aprecio muito é a carne de frango, se tem uma coisa que aprecio mais ainda são as asinhas do frango e quando cortadas ao meio denominam-se “tulipas”. Huummm… já estou até salivando, rs. Infelizmente, não acho com muita frequência no supermercado asinhas cortadas em tulipas, sempre encontro elas inteiras com a coxinha junto, mas da última vez que fiz compra eu encontrei as tulipas para a minha felicidade e já vim pra casa com o pensamento de fazê-las assadas.

É um prato simples, do dia a dia, como tudo nesta cozinha!

 

Ingredientes:

  • 1 bandeja de tulipas (meio da asa de frango)
  • 1 colher (sobremesa) de alho e cebola em conserva
  • suco de 1 limão
  • 1 colher (chá) de orégano
  • 1 colher (chá) de colorau (colorífico)
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • 6 batatas bolinhas
  • azeite para untar

 

Preparo:

  1. Faça uma marinada com os temperos e o suco de limão e deixe as tulipas tomando gosto por 15 a 30 minutos, de preferência na geladeira.
  2. Unte uma forma ou refratário com azeite e disponha as tulipas.
  3. Cubra com papel alumínio.
  4. Leve ao forno preaquecido a 180°C por 15 minutos.
  5. Descasque as batatas bolinhas e cozinhe-as no vapor por 15 minutos. Reserve.
  6. Retire o papel alumínio da forma e acrescente as batatas cozidas.
  7. Leve de volta ao forno, aumente a temperatura para 200°C e deixe por mais 35 minutos ou até dourar.
  8. Sirva com arroz branco e salada.

 

Dicas da Si:

- A bandeja de tulipas que me refiro é aquela de isopor e há várias delas com quantidade e peso diferentes, a que eu comprei veio com 8 tulipas, mas não sei dizer ao certo qual foi o seu peso.

- Se você não tem o alho e a cebola em conserva, use 2 dentes de alho triturados e uma cebola pequena ralada.

- Ao cozinhar as batatas bolinhas no vapor, coloquei uma pitada de sal, bem de leve. Para isso, eu usei a minha panela a vapor, mas elas poderão também ser cozidas numa panela com água e uma pitada de sal ou siga uma das dicas que ensinei AQUI.

- No tempo de forno, de vez em quando, com o auxílio de uma colher, vá colocando o caldo que se formou no fundo da forma sobre as tulipas e as batatas, assim elas não ressecam e ao mesmo tempo vão pegando uma corzinha. Mas cuidado para não se queimar, ok?

 

Tulipas ao forno

 

Tulipas ao forno1

 

Beijos e até mais!

PÃO DE QUEIJO

(do livro de receitas da MFP)

 

Bom dia a todos!

 

Hoje trago pra vocês uma receitinha da minha MFPpão de queijo. A massa é perfeita, excelente de trabalhar com ela. Já fiz este pão duas vezes aqui em casa. A primeira vez que fiz usei queijo ralado de saquinho,  achei que ficou um sabor bem forte, já da segunda vez, usei queijo parmesão ralado na hora, ficou um sabor mais leve e bem mais gostoso.

Quando disse que essa massa é fácil de trabalhar com ela, é porque eu usei a função “massa” (na minha máquina é a opção 8) da MFP, isso me possibilita modelar os pãezinhos no formato desejado.

 

Vou colocar aqui os ingredientes usados nesta receita para quem não tem a MFP e acredito que dá certo também se for feito manualmente. É só sovar bem e respeitar o tempo de crescimento da massa que gira em torno de 30 minutos a 1 hora.

 

Ingredientes:

  • 1 copo de água ou leite
  • 1 1/2 colheres (sopa) de margarina
  • 1 1/2 colheres (chá) de sal
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 pacote de queijo ralado
  • 3 copos de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de orégano
  • 2 colheres (chá) de fermento biológico seco

 

Se você fizer este pão na MFP, é só colocar os ingredientes na ordem acima, escolher o ciclo desejado, selecionar o tamanho do pão 600g (na minha máquina é a opção 1) e pressionar o botão “iniciar”.

 

Se você fizer este pão manualmente, coloque a farinha de trigo numa tigela, faça uma cova e vá colocando os outros ingredientes, vá amassando com as mãos até a massa ficar uniforme e desgrudar das mãos. Deixe descansar por, no mínimo, 30 minutos, modele os pães no formato desejado e asse em forno preaquecido a 180°C por 30 minutos ou até dourar.

 

Dicas da Si:

- A receita dá a opção de fazer a massa com água ou leite, eu sempre fiz com água, ainda não experimentei fazer com leite.

- A medida do copo (utensílio que acompanha a MFP) citado na receita é o equivalente a aproximadamente 150g de farinha de trigo, portanto, 3 copos equivalem a 450g.

- Se você fizer este pão tanto na MFP quanto manualmente, a regra é a mesma: massa mole grudando nas mãos ou nas laterais da máquina, acrescente mais trigo, cerca de 1 colher (sopa) ou mais até dar o ponto da massa, massa disforme e seca, acrescente mais água ou leite, cerca de 1 colher (chá) ou mais até chegar no ponto correto da massa. Lembrando que, na máquina, esta observação deverá ser feita após 5 minutos de funcionamento da mesma.

- O fermento biológico seco é aquele granulado que vem em pacotinho de 10 ou 30g dependendo da marca. E 2 colheres (chá) corresponde a 5g de fermento seco.

- Você poderá usar o fermento biológico fresco, 1 tablete (15g)  é o suficiente para esta receita, mas use-o somente se for fazer o pão manualmente, se for fazer na MFP este fermento não é recomendado.

- Experimente rechear os pãezinhos com presunto, mussarela ou frango, fica muito mais saboroso. Se fizer sem recheio também fica muito bom e na hora de servir, sirva-os com manteiga, requeijão ou geleia.

 

Estes pãezinhos foram feitos com queijo ralado de pacotinho comprado em supermercados.

Pão de Queijo-MFP

 

Estes outros pãezinhos foram feitos com queijo parmesão ralado na hora.

Pão de Queijo-MFP1

 

Pão de Queijo-MFP2

 

Beijos e até a próxima! Alegre

DICAS PARA PEIXES

(do livro “As 50 Receitas Preferidas por Palmirinha Onofre”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Espero que esta semana seja melhor que a semana passada e eu consiga publicar mais postagens. Este tempinho frio que também anda fazendo não ajuda muito, no inverno sofro ainda mais com as dores na coluna, mas se Deus quiser dias melhores virão, virão sim…

 

Espero também que eu consiga fazer mais visitas a vocês! Visitar os blogs amigos é muito mais que deixar um comentário, é partilhar ideias, alegrias, tristezas, conquistas e muito mais do que estar por dentro das dicas, das receitas e do mundo fashion da moda e dos esmaltes, aprendemos o verdadeiro valor da amizade e da vida! E eu só tenho que agradecer pela amizade e o carinho de todos vocês! Muito obrigada!

 

As dicas de hoje…

 

Peixes

Do rio ou do mar, encontramos uma enorme variedade de tipos de peixes que permitem os mais variados preparos.

Na hora de comprar, fique atento ao aspecto do peixe, que se deteriora com facilidade:

  • os peixes tem um odor característico, que não deve ser desagradável e nem enjoativo.
  • os olhos devem ser brilhantes e não devem estar afundados.
  • as guelras devem estar vermelhas e úmidas.
  • as escamas devem ser brilhantes e presas à pele.
  • a carne deve ser firme e elástica ao toque.

 

Como escamar e limpar

  • Antes de limpar peixe de escama, deixe-o de molho em água fria por uns 15 minutos, para que as escamas se soltem mais fácil.
  • Coloque o peixe sobre uma superfície e, com uma tesoura, corte as nadadeiras laterais. Vire o peixe e corte as nadadeiras dorsais.
  • Segure o peixe pela cauda com firmeza e, com uma faca, raspe as escamas, da cauda para a cabeça.
  • Faça um corte na barriga, da cauda até a cabeça, e retire todas as vísceras, raspando o interior do ventre com a faca. Por esse corte, retire também as guelras, junto à cabeça. Lave bem o peixe.

 

Como retirar o couro

Os peixes sem escamas podem ser preparados com ou sem couro.

Para retirar o couro, proceda da seguinte maneira:

  • Peixes redondos: corte a pele junto à cabeça e puxe-a de uma só vez.
  • Peixes chatos: faça um corte perto do rabo e puxe-a de uma só vez.

 

Como cortar em filés

  • Limpe o peixe só por fora, sem tirar as vísceras.
  • Corte a cabeça.
  • Faça um corte nas costas, seguindo a linha da coluna.
  • Com a ajuda de uma faca, vá separando a carne da espinha.
  • Retire todas as vísceras e a espinha.
  • Com a faca, retire a pele, segurando firmemente o rabo.
  • Corte o peixe em filés, na espessura desejada.

 

Como cortar em postas

  • Limpe o peixe por fora, sem tirar as vísceras.
  • Corte o rabo e a cabeça, logo atrás das guelras.
  • Corte o peixe em rodelas, na espessura desejada.
  • Retire as vísceras, deixando a pele, se quiser.

 

Eu nunca comprei peixe inteiro aqui em casa, sempre compro já limpo e cortado em postas ou filés, mas sempre tive muita vontade de comprar um peixe inteiro para assar, com essas dicas já dá para pensar no assunto com mais carinho, rs.

 

Beijos e uma ótima semana pra todos! Rosa vermelha

RECADINHO

 

Queridos amigos,

 

Gostaria de agradecer a todos vocês que visitam o “Vivendo e Aprendendo”, que deixam comentários e que se tornaram seguidores nestes últimos dias. Obrigada, muito obrigada, de coração!

Coração vermelho

Perdoem-me pela minha ausência no blog de vocês, mas não sei se já comentei aqui que tenho uma hérnia de disco na coluna, mais precisamente na L5, próxima ao cóccix e dependendo da atividade que eu faço, principalmente aquela em que eu fico numa mesma posição por horas, como ficar sentada em frente ao computador, por exemplo, me leva a ter muitas dores e o travamento da coluna. E desde que fiquei mais em dia com o blog, tenho ficado muitas e muitas horas, contando os dias e as noites, diante do computador e isso vem me acarretando muitas dores (que meu médico não leia isso, rs). Fora outras atividades que faço que também me levam a ter dores, como passar roupas e ficar em pé por muito tempo na cozinha preparando uma receita, por exemplo.

 

Infelizmente tenho esse problema e preciso saber conviver com ele e como estou num momento crítico de dores preciso me policiar para evitar essas atividades que agravam mais ainda a minha situação.

 

E para não ficar totalmente ausente do blog, eu preparo a postagem, publico e já desligo o computador, assim não fico tentada a ficar por horas navegando na internet e, infelizmente, isso inclui as visitas ao blog de vocês, perdoem-me, mas é necessário, mesmo porque nem estou conseguindo ficar sentada digitando, tamanha é a dor que sinto e eu me conheço, é impossível entrar no blog de vocês e não ficar por horas navegando pelos maravilhosos posts que vocês nos apresentam. Espero que me entendam!

 

Andei fazendo uma visitinha ou outra, mas tudo muito rápido e se Deus quiser, assim que eu ficar melhor, volto com as visitas que tanto AMO!

 

Sorry

 

Aproveitando, gostaria de dizer que ontem estreou o programa da Palmirinha Onofre no canal Bem Simples às 22:00h. Está tudo muito bonito, cheio de novidades e receitas imperdíveis.

Parabéns a Palmirinha e o Guinho, seu companheirinho que a auxilia no programa. Muito sucesso pra vocês e sejam muito bem-vindos de volta a TV para a nossa felicidade!

 

Beijos carinhosos em todos vocês!

NUGUETS DE FRANGO À PARMIGIANA

(do livro “A Cozinha Maravilhosa de Ofélia – Lanches & Refeições Rápidas”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

A receita de hoje é bem prática, fácil e propícia para aqueles dias de correria e também para aqueles dias que a gente não programou nada para o lanche, almoço ou jantar. Este prato já passou algumas vezes pela minha cozinha e quando estou sem ideias para uma refeição lembro-me dele, por isso que procuro sempre ter nuggets no freezer, é gostoso, versátil e sempre me faz lembrar da Laura, ela adora nuggets com ketchup! “Laurinha, muitos beijos pra você, a madrinha te ama!”  :)

 

Ingredientes:

  • 1 embalagem de nuguets de frango
  • óleo para fritar
  • 150g de mussarela em fatias
  • 1 lata de molho de tomate
  • 100g de queijo parmesão ralado

 

Modo de fazer:

  1. Frite os nuguets no óleo quente e escorra sobre papel absorvente.
  2. Arrume os nuguets numa forma refratária e cubra com as fatias de mussarela.
  3. Espalhe o molho de tomate e polvilhe por cima o queijo ralado.
  4. Leve ao forno até derreter o queijo.

 

Dicas da Si:

- Desta última vez que fiz, não fritei os nuggets e sim assei no forno por 9 minutos de cada lado e nos últimos minutos finais coloquei a mussarela, o molho e o queijo ralado.

- Se preferir, substitua o nuggets de frango por outro sabor: queijo, legumes ou presunto.

- Você pode servir no lanche com pão francês ou italiano fatiado, no almoço ou jantar com arroz branco e salada.

 

Nuguets de Frango à Parmigiana

 

Nuguets de Frango à Parmigiana1

 

Beijos, fiquem com Deus!

BOLO MESCLADO DE COCO E OVOMALTINE

(by internet)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Hoje trago pra vocês a receita deste bolo fácil de fazer, com uma massa bem macia e aerada e um sabor ímpar. Alguns bolos mesclados já passaram por aqui, mas a combinação do leite de coco com o Ovomaltine ficou espetacular, gostei muito do resultado e com certeza ele dará o ar da graça por muitas vezes nesta cozinha.

Esta receita peguei neste site AQUI.

 

Ingredientes:

  • 100g de manteiga sem sal (usei com sal)
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 3 ovos (claras e gemas separadas)
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de amido de milho
  • 1 vidro pequeno (200 ml) de leite de coco
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 4 colheres (sopa) de Ovomaltine®

 

Modo de Preparo: 

  1. Bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme esbranquiçado.
  2. Acrescente as gemas.
  3. Acrescente aos poucos os ingredientes secos peneirados, colocando alternadamente o leite de coco, batendo sempre.
  4. Bata as claras em neve. Misture à massa delicadamente.
  5. Espalhe metade da massa em uma forma de 30 cm de diâmetro untada e enfarinhada.
  6. Misture o Ovomaltine à massa restante e cubra a massa clara, misturando com um palito para dar o efeito marmorizado.
  7. Leve ao forno preaquecido a 180°C por aproximadamente 45 minutos ou até que, espetando um palito, ele saia seco.
  8. Desenforme o bolo ainda morno.
  9. Sirva polvilhado com açúcar.

 

Dicas da Si:

- Bata as claras em neve primeiro, antes de fazer a massa, assim não precisa ficar tirando as pás da batedeira para lavar, com isso ganhamos tempo na cozinha. E na hora que for bater a manteiga com o açúcar não tem importância se as pás estão “sujas” de claras em neve, já para bater as claras, as pás devem estar limpas senão não dá o ponto de neve.

- Para facilitar já deixe os ingredientes secos peneirados antes de começar a preparar a massa do bolo.

- Eu não polvilhei o bolo com açúcar e sim com Ovomaltine.

 

Bolo Mesclado de Coco e Ovomaltine1

 

Bolo Mesclado de Coco e Ovomaltine

 

Gosta de bolo mesclado? Veja as receitas que já passaram por aqui:

 

 

Beijos e até amanhã! Alegre

DICAS PARA AVES

(do livro “As 50 Receitas Preferidas por Palmirinha”)

 

Bom dia amigos,

 

Mais uma semana se inicia e, hoje, é feriado em todo o Estado de São Paulo em memória a Revolução de 1932 onde os paulistas lutaram contra as tropas do governo de Getúlio Vargas em prol de um regime democrático em nosso país.

Obviamente não vou entrar no mérito da questão, mas não posso deixar de pensar nas pessoas que morreram numa luta que, ao meu ver, foi injusta e covarde. O governo da época poderia, se quisesse, ter evitado o derramamento de sangue de muitos, mas infelizmente não o fez, ao contrário, quis medir força e poder…

Bem, chega dessa conversa revoltante, vamos as dicas de hoje!

 

Aves

Na culinária brasileira, o frango é a ave mais utilizada. Encontramos os diversos cortes congelados ou resfriados nos supermercados. Peito, coxa, sobrecoxa e asa são ótimos fritos, cozidos, assados ou grelhados.

Na hora de comprar fique atento ao aspecto da carne:

  • o cheiro deve ser suave.
  • a pele deve ser macia e seca.
  • a cor deve ser clara, entre o amarelo e o branco, sem manchas escuras.

 

Como desossar o frango

  • Depois que já estiver limpo, faça um corte do pescoço ao curanchim.
  • Com a ponta da faca, separe a carne do osso da coxa.
  • Faça o mesmo com o osso da sobrecoxa.
  • Corte o osso na articulação e retire-o com cuidado.
  • Corte a ponta das asas e, com a ponta da faca, separe a carne do osso de cada asa.
  • Retire o osso com cuidado.
  • Separe a carne das costelas, empurrando com a lâmina da faca.
  • Retire a carcaça junto com a cartilagem do peito.
  • Coloque o peito sobre a tábua de carne com a parte interna virada para cima. Enfie a ponta da faca entre a carne e a cartilagem central e vá separando a carne com cuidado.
  • Quando tiver soltado toda a carne, retire a cartilagem.

 

Como cortar para frango a passarinho

Você encontra frango já cortado a passarinho em avícolas ou supermercados. Mas, se você quiser prepará-lo em casa, use uma faca afiada ou tesoura de trinchar.

  • Corte a ave pelas juntas, primeiro em pedaços grandes.
  • Corte cada parte obtida em dois ou três pedaços paralelos, de acordo com o tamanho de cada um. A asa pode ser cortada em duas ou três partes e o peito em seis e até oito.

 

Eu nunca desossei um frango e penso eu que não deve ser uma tarefa muito fácil. Deve-se ter prática e muita destreza para manusear a faca que deverá estar muito bem afiada para um melhor resultado. Qualquer dia vou tomar coragem e colocar em prática estas dicas da Palmirinha de como desossar o frango, será que eu consigo? rs.

 

E vocês, já desossaram um frango? Têm alguma dica para nos passar?

 

Por hoje é só e até segunda-feira que vem com dicas para PEIXES.

 

PS: Amanhã estarei ausente da blogosfera, volto na quarta-feira com uma receita bem saborosa.

 

Beijos e até a próxima!

FIGO OU POEMA?

 

Olá meninas, tudo bem?

 

O figo é um fruto altamente energético, pois é rico em açúcar e o poema… ah o poema, faz bem pra alma e pro coração… embora as duas coisas nos fazem muito bem, mas são completamente diferentes… ou não!

O Figo ao qual me refiro é a cor de esmalte da Impala e bem me lembrou do Poema da Risqué. Olhando assim nos vidrinhos, o Figo parece ser mais escuro (eu tenho os dois), mas nas unhas eles são bem parecidos e com isso fiquei matutando aqui nos meus pensamentos: com tanta diversidade de cores que surgiu no mercado nestes últimos anos, a gente acaba se perdendo na hora da compra, porém, chego a pensar que a gente troca 6 por meia dúzia, pois acabamos comprando “zilhões”  de esmaltes e muitos deles têm a mesma tonalidade e onde está o diferencial nisto?

Só me dei conta disso porque dias atrás eu estava com o Figo nas unhas e minha amiga estava com o Poema e quando colocamos nossas mãos próximas uma da outra… surprise! Achamos que estávamos com a mesma cor de esmalte e estávamos mesmo, só mudou a marca e o nome da cor, de resto era tudo igual! Eu devia ter tirado uma foto!

 

figo_impala1

 

figo_impala

 

Mas esta questão de cor é complicado mesmo, temos que levar em conta a luminosidade do ambiente, de quantas pinceladas demos nas unhas… vejam as fotos, por exemplo, parecem tonalidades diferentes, mas não é! Nas duas fotos o esmalte é o mesmo: Figo da Impala. A primeira foto foi tirada no sol e a segunda na sombra.

 

Vocês costumam comprar muitos esmaltes? Perceberam se as tonalidades entre uma marca e outra são parecidas? Acredito que ninguém quer ter na sua coleção cores parecidas, afinal, no mundo fashion das unhas o diferencial é tudo!

 

Figo ou  Poema? Não importa… eles são bem parecidos!

 

Beijos, ótimo final de semana pra todos vocês! Rosa vermelha

TORTA DE CHOCOLATE COM DOCE DE CARAMELO

(by Sileni Machado)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Hoje trago pra vocês uma sobremesa saborosa de brilhar os olhos e encher a boca de água. Esta torta é uma adaptação que eu fiz de algumas receitas da “Coleção As Grandes Receitas da Ofélia”, fui juntando uma coisinha aqui, ali e o resultado saiu melhor do que eu esperava: uma massa crocante sabor chocolate com uma pitada de castanha do pará e um recheio com sabor leve e textura cremosa.

 

Ingredientes:

Massa:

  • 150g de biscoito maisena triturado
  • 50g de manteiga ou margarina derretida
  • 2 colheres (sopa) de castanha do pará trituradas
  • 1 clara
  • 3 colheres (sopa) de chocolate em pó

 

Recheio:

  • 1/4 de xícara (chá) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de água
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 colher (sobremesa) de manteiga ou margarina
  • 2 caixas de creme de leite
  • 1 envelope de gelatina em pó sem sabor (12g)
  • 5 colheres (sopa) de água para hidratar a gelatina

 

Preparo: Coloque todos os ingredientes da massa numa tigela e vá misturando com as pontas do dedos até formar uma farofa. Forre a base de uma forma redonda de fundo falso e leve ao forno preaquecido a 200°C por 10 minutos. Reserve.

Enquanto a massa esfria, faça o recheio: Numa panela, coloque o açúcar e a água e leve ao fogo baixo até formar um caramelo de cor média (nem muito claro e nem muito escuro). Espere amornar e acrescente o leite condensado e a manteiga. Leve ao fogo, mexendo sempre até desgrudar da panela. Desligue o fogo e adicione o creme de leite, misture apenas para se agregarem, transfira o creme para o liquidificador e bata muito bem até que fique uma mistura homogênea, acrescente a gelatina hidratada conforme as instruções da embalagem e bata mais um pouco até misturar bem. Cuidadosamente, despeje o creme sobre a massa e leve à geladeira até que o creme esteja totalmente firme. Desenforme e decore a gosto.

 

Dicas da Si:

- Os biscoitos poderão ser triturados no processador ou no liquidificador, coloque pedaços pequenos para que triturem mais rapidamente.

- A margarina eu derreti no micro-ondas por 30 segundos na potência alta.

- Se quiser, poderá acrescentar mais que duas colheres de castanha do pará triturada, deixa a massa saborosa e mais crocante. Antes de triturar eu torrei algumas no forno por alguns minutos.

- Ao fazer o caramelo, não mexa com a colher para não açucarar, apenas balance a panela de um lado para o outro quando necessário, fique atento para não queimar.

- Quando o caramelo amornar ele vai endurecer, mas não se preocupe, pois ao voltar para o fogo ele vai se dissolvendo com o leite condensado e a manteiga.

- Para esta torta você poderá usar tanto a forma de fundo falso quanto a forma de aro removível, eu só não descobri ainda como se faz para tirar a base da forma debaixo do doce sem quebrá-lo, se alguém souber como se faz me ensina, por favor.

- Se quiser que o creme fique firme rapidamente para desenformar, deixe por alguns minutos no freezer, mas não vai esquecer o doce lá senão vai virar um sorvetão duro, rs. Mantenha-o na geladeira depois de desenformado.

- Eu decorei com coco em flocos e raspas de chocolate.

 

Torta de Chocolate com Doce de Caramelo

 

Torta de Chocolate com Doce de Caramelo1

 

Beijos, fiquem com Deus!

TORTA CAIPIRA

(da Revista “Receitinhas Baratinhas”)

 


Olá amigos, bom dia!

 

Conforme havia dito no post de ontem, trago pra vocês esta torta que é simplesmente deliciosa e de todas as tortas de liquidificador que já fiz até o momento, posso dizer que esta é a mais saborosa de todas, tanto a massa quanto o recheio. A princípio achei que a massa ficou bem consistente, cheguei até a pensar que ia ficar dura, mas que nada, ficou super macia, me surpreendeu!

Tenho esta revista desde 2007 e tinha até me esquecido dela, esses dias fui procurar uma receita e acabei encontrando-a escondidinha lá no fundo do baú, rs. Na verdade esta massa é aquela básica de liquidificador, o recheio é que leva o nome de “caipira”, mas não me perguntem o por quê, se alguém souber, me conta, rs. Bem, mas não importa, o importante mesmo é que vocês não deixem de experimentar! :)

 

Ingredientes:

Massa:

  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 3 ovos
  • 1 colher (chá) de sal
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Margarina e farinha de rosca para untar

 

Recheio:

  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 1 cebola picada
  • 2 xícaras (chá) de frango cozido e desfiado
  • 1 lata de milho verde escorrido
  • 2 colheres (sopa) de maisena
  • 1/3 de xícara (chá) de leite
  • Sal, pimenta do reino e cheiro verde picado a gosto

 

Preparo:

Massa:

  1. No liquidificador, bata todos os ingredientes, menos o fermento até ficar homogêneo.
  2. Transfira a massa para uma tigela, junte o fermento e misture delicadamente.
  3. Coloque metade da massa em uma forma de 35cm x 25cm untada e enfarinhada com farinha de rosca.
  4. Espalhe o recheio de sua preferência e cubra com a massa restante.
  5. Leve ao forno médio, preaquecido, por 40 minutos ou até que enfiar um palito, ele saia limpo.
  6. Retire do forno, deixe esfriar e sirva.

 

Recheio:

  1. Em uma panela, derreta a margarina e refogue a cebola por 3 minutos ou até murchar.
  2. Acrescente o frango, o milho e refogue por mais 3 minutos. Junte a maisena dissolvida no leite, mexendo até engrossar.
  3. Tire do fogo, tempere com sal, pimenta, cheiro verde e utilize.

 

Dica: Para dar um toque especial a sua massa, substitua 1 colher (chá) de sal por 50g de queijo parmesão ralado. Mas se quiser deixar a massa mais cremosa, adicione à receita 1/2 caixa de creme de leite sem soro.

 

Dicas da Si:

- Sempre que a receita pede óleo, eu sempre uso o de milho ou girassol, já cheguei a usar o de soja, mas acho que deixa um gosto forte de óleo na receita, mas isso vai muito do paladar de cada um, eu sinto o gosto forte do óleo de soja, mas pode ser que você não sinta.

- Se você usar meia caixinha de creme de leite na massa, o creme de leite restante você poderá usar no recheio, no lugar do leite com a maisena, assim evita de guardarmos meia caixa de creme de leite na geladeira, pois muitas vezes não sabemos o que fazer com ela.

- Você poderá variar o recheio, usando presunto e mussarela, legumes, atum ou outro de sua preferência.

- Eu usei uma forma maior por isso a minha torta ficou mais fina, mas até prefiro assim.

 

Torta Caipira

 

Torta Caipira1

 

Torta Caipira2

 

Beijos e até a próxima! Alegre

PÃO E PAVÊ

 

Olá meus amigos, bom dia!

 

Passando rapidamente para mostrar para vocês o que andei aprontando na minha cozinha, rs. Depois que eu me dei de presente a máquina de fazer pão, posso dizer que sou outra mulher, rs. Antes, se eu quisesse fazer pão eu tinha que me programar e tirar um dia só pra fazer pão. Hoje não! Se eu acordo com vontade de fazer pão, já corro pra minha máquina, coloco os ingredientes lá dentro e enquanto ela vai batendo e descansando a massa, vou fazendo outras coisas e como sempre uso a função “massa”, dentro de uma hora e meia já estou moldando os pãezinhos e levando ao forno para assar e também já fiz pão no final da tarde como esse das fotos. Para facilitar mais ainda, procuro sempre ter em casa a massa pronta para pão caseiro, é só colocar na máquina e correr para o abraço, é muito prático, rápido e você não precisa ficar o dia inteiro na cozinha, com tudo ainda sobra tempo para você fazer outras coisas que gosta.

Este pão já fiz de vários jeitos: baguete, redondinho, compridinho, com recheio, sem recheio… desta vez, fiz compridinho e recheado com presunto e mussarela. Este tipo de recheio é o campeão aqui em casa, por isso procuro sempre ter na geladeira e vamos combinar que é muito prático trabalhar com ele, estes pãezinhos, por exemplo, nem piquei o presunto e a mussarela, usei as fatias inteiras mesmo! Ficaram deliciosos!

 

pão caseiro recheado2

 

pão caseiro recheado3

 

Dias atrás fui visitar uns amigos e levei Pavê de Morangos, é uma sobremesa fácil de fazer e todo mundo gosta, você vai sempre voltar pra casa com a travessa vazia! Experimente!

 

Pavê de Morangos

 

Amanhã volto com uma receita fácil e muito saborosa, Torta Caipira! Aguardem!

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto