Pesquisar este blog

BOLINHO CAIPIRA DA TIA HILDA


Olá amigos, bom dia!

Estamos no mês de junho e eu não poderia deixar de trazer esta receita de bolinho caipira que faz muito sucesso nas quermesses e festas juninas, pelo menos aqui na minha região do Vale do Paraíba, onde nasceu a tradição desse bolinho. Ele é o campeão de pedidos nestas festas e é tão delicioso que realmente não pode faltar! Há muito tempo tinha vontade de aprender a fazer este bolinho, mas quando olhava as receitas tradicionais achava muito complicadas e trabalhosas até que um dia, conversando com a minha tia, que é expert em preparar esta iguaria, ela me disse que o jeito que ela faz é bem simples e se prontificou a me ensinar e, claro que fiquei feliz! 

Dia e hora marcada para preparar os bolinhos, lá fui eu feliz da vida aprender como se faz essa maravilha e confesso que, depois de ver tantas receitas, realmente o jeito que ela faz é bem mais simples e fica maravilhoso. Adotei essa receita para chamar de minha! Rs.

Conforme a minha tia foi fazendo, eu fui anotando. E na hora de moldar os bolinhos botei a mão na massa e aí sim senti a textura e achei uma massa bem fácil de trabalhar com ela. Anotem a receita e não deixem de fazer este bolinho porque é tudo de bom! Agradeço imensamente a minha tia Hilda que disponibilizou a receita e que me passou todas as dicas. Muito obrigada, tia!!! ❤

Ingredientes:
  • 1 kg de farinha de milho amarela
  • 3 colheres (sopa) de farinha de mandioca
  • 1 xícara (café) de óleo
  • 1 sachê de caldo de carne em pó
  • Sal a gosto
  • Água até dar o ponto

Recheio:
  • 1/2 kg de carne moída
  • 1 colher (sopa) de óleo ou azeite 
  • 1 dente de alho espremido
  • 1 cebola picadinha
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Cheiro verde a gosto

Modo de preparo:
  1. Primeiro faça o recheio. Numa panela, coloque o óleo e frite o alho e a cebola, acrescente a carne moída e refogue por mais ou menos 10 minutos, acrescente o sal, a pimenta do reino e, por último, o cheiro verde. Desligue o fogo e reserve.
  2. Numa tigela, coloque a farinha de milho, a farinha de mandioca, o caldo de carne em pó, o sal, o óleo e misture muito bem. Acrescente a água aos poucos e vá mexendo com as mãos até formar uma bola lisa e uniforme. Abra a massa com as mãos, recheie e feche a massa moldando os bolinhos. Frite em óleo bem quente.

Dicas da tia Hilda:
- Poderá colocar 1/2 kg de farinha de milho amarela e 1/2 kg de farinha de milho branca, assim não  fica aquele bolinho muito amarelo, mas vai do gosto de cada um.
- Não refogue muito a carne moída, deixe-a um pouco úmida para que os bolinhos não fiquem muito secos. Poderá fazer com a carne crua, mas os bolinhos depois de fritos ficam úmidos demais e soltando caldo. É questão de gosto mesmo.

Dicas da Si:
- A minha tia usou o caldo de carne em cubo e o esfarelou muito bem antes de misturá-lo à massa, mas você poderá também dissolvê-lo em um pouco de água quente para facilitar. Mas ela disse que o caldo em pó é o mais indicado.
- Poderá apenas temperar a carne moída e utilizá-la crua para rechear os bolinhos. Segundo as receitas tradicionais, desta forma os bolinhos não ficam secos. Mas isso vai do gosto de cada um. Eu, particularmente, prefiro a carne moída refogada, exatamente como a minha tia fez, não gosto de morder o bolinho e encontrar a carne cozida, ela fica com um aspecto pálido. Mas como disse a minha tia, é questão de gosto mesmo.
- Eu não contei quantos bolinhos renderam, mas foram mais de trinta bolinhos, mas isso vai depender do tamanho que foram moldados.
- Você pode variar o recheio com frango, linguiça, queijo, peixe...




Tem uma receita que você gostaria de compartilhar conosco? Envia-nos a receita com fotos para o nosso e-mail e participe do Cantinho do Leitor. Saiba como participar clicando no banner abaixo.


A partir de hoje estaremos de férias!! Retornaremos em julho, se Deus quiser! Forte abraço a todos e até a volta! 😉❤


9 comentários:

  1. Hmmmm...Deu vontade de comer por aqui! Gostei de ver mais essa receita!Beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Hello, minha amiga!
    Quando você me falou desses bolinhos eu não imaginei que seriam tão bons assim.
    Estou encantada com a receita, as fotos estão de dar água na boca, vou tentar fazer essas maravilhas! Obrigada, pela partilha!

    Aproveite bastante suas férias!
    Beijos no seu ♥

    ResponderExcluir
  3. Adorei esse bolinho.
    Boas férias.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/06/salada-de-feijao-delicias-e-bacalhau.html

    ResponderExcluir
  4. Oi Sileni
    boas férias, curta bem cada momento !
    bolinho da tia Hilda, deve ser uma delícia mesmo !
    amarelinho, sequinho, tudo de bom !
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Parece muito bom mesmo!
    Bj e fk c Deus
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Si, bt!
    Que bom que vc já voltou, sinal que em breve teremos delícias por aqui. Hummmm, já estou pensando nelas! kkkk
    Já vou levando a receita da tia Hilda pq ainda não tinha visto. Nem pensar em perder essa delícia kk
    Bjssss amiga e uma semana abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  7. Olá, minha querida amiga!
    Estou com saudades de suas receita, volta logo!

    Beijos, fique com Deus ♥

    ResponderExcluir
  8. Pelas imagens e dicas parece fácil e muito gostoso.
    Boa partilha com apoio da tia.
    Grato pela partilha Sileni.
    Um abraço para tia Ilda pela generosidade.
    Bjs de paz amiga, vamos tentar.

    ResponderExcluir

Queridos amigos, leitores e visitantes,
Sejam todos muito bem-vindos!!!
O seu comentário é de grande valia para o Vivendo e Aprendendo, por isso, peço a gentileza de deixar seu nome e um contato como e-mail, blog ou site para que eu possa agradecer e retribuir a sua visita.
Muito obrigada e volte sempre! ♥

PS: A PARTIR DE JANEIRO/2015 OS COMENTÁRIOS NÃO SERÃO MAIS RESPONDIDOS, SALVO QUANDO FOR PARA TIRAR ALGUMA DÚVIDA DAS RECEITAS AQUI POSTADAS.
GRATA PELA COMPREENSÃO! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto