O que você procura?

MOLHO DE TOMATE CASEIRO



Olá amigos, bom dia!

Hoje trago a vocês molho de tomate caseiro, simplesmente maravilhoso! Desde que fiz o meu primeiro molho de tomate não comprei mais o industrializado, isso tem deixado a minha nutricionista bastante feliz, já que ela me pede sempre para evitar os industrializados e assim tenho feito. Aliás, não há comparação entre um e outro, pois o molho de tomate caseiro é muito mais saboroso, não é ácido como o industrializado e a textura fica perfeita para qualquer tipo de prato onde ele for usado, sem falar no grande benefício que estamos promovendo a nossa saúde consumindo um produto saudável, livre de conservantes e aditivos.

Há várias maneira de preparar um molho de tomate caseiro. Cada um tem o seu jeitinho e a sua fórmula, vamos assim dizer. A minha receita é bem o meu estilo, a minha cara: sem complicações. Espero que gostem!

Ingredientes:
  • 1 kg de tomate bem maduro higienizado
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 2 dentes de alho espremidos
  • 1 cebola picadinha (não usei)
  • 1 colher (café) de louro em pó
  • 1 colher (sobremesa) de colorau
  • 1 colher (chá) de manjericão
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

1 - Retire o pedúnculo (olhinho) dos tomates e corte em quatro. Coloque-os em uma panela e leve ao fogo médio até os tomates ficarem macios.


2 - Bata no liquidificador ou mixer de modo que não fique nenhum pedaço de tomate. Passe o tomate batido por uma peneira para eliminar a pele e as sementes.


3 - Numa panela, coloque o azeite, refogue o alho e a cebola, acrescente o tomate peneirado, adicione o louro em pó, o colorau e deixe apurar em fogo baixo com a panela semi tampada até que fique com uma consistência espessa (+ ou - 10 minutos). Acrescente o sal, a pimenta do reino e, por último, o manjericão, mexa e desligue o fogo.



4 - Deixe esfriar e distribua o molho em potes com tampa. Essa quantidade de molho me rendeu 5 potes (requeijão 200g).


5 - Antes de tampar os potes para guardar na geladeira ou freezer, coloque um pedaço de papel toalha na boca do pote e tampe, dessa forma vai reter a umidade e conservar melhor o seu molho.



6 - Etiquete os potes e coloque a validade. No freezer a validade é de 3 meses e na geladeira é de 3 a 5 dias.



Dicas da Si:
  1. Para ficar um molho saboroso, com cor e textura bonita, os tomates devem estar bem maduros, evite aqueles que estejam com a pele machucada e cuidado com os tomates podres, às vezes estão bonitos por fora, mas por dentro estão ruins, fique atento e observe na hora de cortar.
  2. Eu coloquei mais ou menos a quantidade que eu uso dos ingredientes, mas você pode colocar a quantidade que você desejar, bem como temperar a seu gosto. Você pode acrescentar outras ervas de sua preferência como tomilho, sálvia, orégano...
  3. Eu não gosto de molho de tomate com pele nem sementes, por isso eu passo pela peneira, se você não se importa com isso, não precisa peneirar. Depois que bater no liquidificador já pode levar ao fogo para apurar.
  4. O louro eu usei em pó, mas você pode usar em folhas também, uma ou duas folhas são suficientes para esta quantidade de molho. Retire as folhas depois que o molho ficar pronto.
  5. O colorau vai deixar o molho com uma cor mais viva, mais bonita, mas você pode não usá-lo se assim preferir.
  6. Às vezes, para temperar o meu molho, eu coloco também caldo de legumes em pó caseiro (veja receita aqui).
  7. Eu congelo o molho em potes de requeijão (200g), é a quantidade suficiente para usar numa receita aqui em casa (potes de vidros conservam melhor). Para descongelar, deixe o pote na geladeira de um dia para o outro ou se tiver com pressa, coloque no micro-ondas (tire a tampa e coloque de cabeça para baixo sobre o pote , assim se espirrar, evita sujar o seu micro-ondas), use a função "auto descongelamento", se não tiver essa função no seu aparelho, programe de 30 em 30 segundos até que descongele por completo.
  8. Se você não congelar o molho, se for conservar em geladeira, não deixe por mais de 5 dias, pode alterar a cor, textura e sabor.


Bom final de semana a todos e até a próxima!



BOLO DE LIMÃO SICILIANO



Olá amigos, tudo bem? ❤

Há quanto tempo não apareço por aqui, não é verdade? Quem me acompanha sabe que desde o ano passado me tornei uma intolerante à lactose de grau elevado, ou seja, uma manteiga que tem baixa lactose já é o suficiente para fazer um estrago no meu organismo. Assim sendo, desde então, venho me adaptando a um novo estilo de vida, uma reeducação alimentar foi necessária e meu paladar já não é o mesmo de antes. Com tudo isso, tenho vivido uma montanha-russa de sentimentos, ou seja, ora sinto-me animada para reproduzir novas receitas sem lactose, ora não tenho ânimo nenhum para este tipo de receita e me bate aquele saudosismo do tempo das gulodices onde tudo me era permitido provar, degustar, saborear... Por vezes, sinto-me por demais limitada na cozinha, mas ao mesmo tempo, quando penso na minha luta para me adaptar às novas descobertas culinárias, sinto-me vitoriosa e, por fim, chego a feliz conclusão de que há sim vida sem leite e por isso estou aqui para compartilhar com vocês minha grande aventura neste universo "antigalácteo", se é que me entendem, rsrs. Sinto-me como a chama de uma vela que some e aparece quando menos se espera, rs. 

Quem me acompanha sabe que eu não gosto de nada com limão: bolo, bala, sorvete, suco, mousse, creme, torta, gelatina... Enfim, se for de limão, tô fora! Mas desde um dia que uma amiga muito querida Andréa Santana, do blog Quitutes da Andrea, me disse para eu experimentar preparar receitas com o limão siciliano, me rendi totalmente a este sabor tão mais suave que me deixou apaixonada. Até já trouxe para o blog uma receita de bolo com limão siciliano (veja aqui), mas é uma versão com creme de leite, mas como este não faz mais parte do meu cardápio, então, fiz uma nova adaptação. Ficou um bolo simples, fácil de fazer e muito saboroso e o cheirinho que se espalha pela casa quando o bolo está quase pronto é de encher a boca d'água. Espero que gostem! 😊

Ingredientes:
  • 3 ovos
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar demerara
  • Suco de 1 limão siciliano
  • 3/4 xícara (chá) de óleo ou 4 colheres (sopa) de creme vegetal
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 colher (café) de raspas do limão siciliano
  • Óleo e farinha de trigo para untar e enfarinhar
Modo de preparo:
  1. Bata no liquidificador os ovos, o açúcar e o suco do limão, bata muito bem. 
  2. Despeje a mistura numa tigela e adicione, aos poucos, a farinha de trigo e mexa a cada adição, adicione as raspas do limão e, por último, coloque o fermento em pó e mexa apenas para se agregar.
  3. Despeje a massa numa forma redonda de furo central untada e enfarinhada e leve ao forno preaquecido a 180ºC por 30 minutos ou até dourar.
Dicas da Si:
  1. Todos os ingredientes devem estar em temperatura ambiente antes de serem usados na preparação do bolo, assim você terá mais êxito na sua receita.
  2. Peneire a farinha de trigo antes de preparar a massa, esse processo vai conferir um bolo mais leve e fofinho.
  3. Se você não gosta de sentir as raspas do limão no bolo, bata no liquidificador junto com os outros ingredientes, você pode também não usar este ingrediente, se preferir.

Atenção alérgicos e intolerantes: Esta receita não contém leite podendo também ser consumida pelos alérgicos ao leite (APLV). Contém ovos e glúten.




A todos desejo um ótimo final de semana!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto