O que você procura?

BOLO DE MILHO DAFNE

(by Dafne Augusto do blog Mosaiko de Receitas)

Olá amigos, bom dia!

Hoje trago pra vocês esta receita que é pra lá de boa! É uma receita muito especial porque foi enviada por e-mail pelo querido amigo Augusto do blog Mosaico de Receitas. Ainda não conhece este blog? Não perca mais tempo, clique agora mesmo no link e se delicie com as receitas do Augusto que além de saborosas e práticas ainda tem o “Pulo do Gato” onde ele revela o segredo das receitas e dá dicas para que você tenha êxito em todas elas.
Quando eu disse que estava à procura de uma receita de bolo de milho neste post AQUI, o Augusto deixou um comentário dizendo que ele tinha uma receita muito boa de bolo de milho e que ia me mandar. Ele, muito carinhosamente, procurou a receita e me enviou por e-mail. Fiquei muito feliz e corri pra cozinha para fazer o bolo, mas me deparei com o primeiro obstáculo: não tinha a lata de milho. Resolvida esta questão, me deparei com outro obstáculo: coluna travada. Afemaria! Assim não dá, né?! Não contente com a situação, na primeira melhora lá fui eu fazer o bolo, com dores, mas feliz da vida!
É um bolo muito fácil de fazer, a massa fica leve e fofa e tem um cheirinho maravilhoso que se espalhou por toda a casa e com certeza por toda a vizinhança também. Experimentem!
Ah! E vou contar um segredo: o nome verdadeiro deste bolo é “Bolo de Milho Delicioso”, mas em homenagem ao amigo Augusto, eu o batizei de “Bolo de Milho Dafne”, achei mais chique, rs. Bora pra cozinha que hoje tem bolo gostoso, macio e cheiroso.
Obrigada Augusto pela receita!

Ingredientes:
  • 1 lata de milho verde escorrido
  • 1 lata de leite
  • 1/2 lata de óleo
  • 3 ovos
  • 1 1/2 lata de açúcar
  • 1 lata de fubá
  • 1 lata de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
Preparo: Bata tudo no liquidificador ou mixer, coloca o fermento por último. Leve em forno preaquecido por 40 minutos ou até dourar.

Dicas da Si:
- Eu prefiro não bater todos os ingredientes no liquidificador, porque na maioria das vezes, não cabe tudo no meu liquidificador e acaba que tenho que bater em duas etapas, acho que dá mais trabalho, então, eu bati os 5 primeiros ingredientes no liquidificador, coloquei a mistura numa tigela e acrescentei os demais ingredientes mexendo a cada adição com o auxílio de um fouet.
- Se você costuma guardar os ovos na geladeira, deixe-os em temperatura ambiente e só depois utilize-os, assim você terá um melhor resultado nos seus bolos.
- No meu forno levou exatamente 40 minutos para ficar pronto a uma temperatura de 180°C. Ficou um dourado muito bonito.

Bolo de Milho Dafne

Bolo de Milho Dafne1

Bolo de Milho Dafne2

Meus amigos, essa pessoa que vos fala (ou escreve, rs), é muito teimosinha e não tem feito repouso, mas é porque não consigo ficar longe daqui e nem de vocês, mas preciso, necessito ficar afastada por uns dias e qualquer novidade corro pra contar pra vocês (se eu tiver correndo já vai ser uma grande novidade, rs), enfim, preciso fazer as pazes com a minha coluna e nos últimos dias ela está dando sinais de alerta, o dia da minha consulta está chegando e confesso que estou com um pouco de medo do que vem pela frente, mas que tudo seja feito segundo a vontade de Deus! Torçam por mim!

Beijos e até breve se Deus quiser!

ESCONDIDO DE PEIXE

(da revista “Cozinha da Vovó Palmirinha - Peixes e Saladas”)

 

Olá meus amigos, bom dia!

 

Além desta receita deliciosa gostaria de trazer boas notícias pra vocês, mas infelizmente o que tenho a dizer não é nada animador, pelo menos para mim! Não ando boa da coluna, voltei a sentir dores e ficar sentada me custa um bocado. Vou tentar ser o mais breve possível neste post e qualquer dúvida que tiverem em relação a receita, deixem um comentário ou enviem um e-mail através do menu contato, que tentarei responder, na medida do possível.

Esta receita fiz para o almoço de domingo e mesmo não sendo fã de peixes preciso dizer que amei este prato, ficou maravilhoso! Não segui a receita à risca, tem “dedinho” meu nela que vocês podem conferir no “Dicas da Si”.

 

Ingredientes:

  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 cebola picada
  • 1 dente de alho amassado
  • 2 xícaras (chá) de peixe grelhado ou cozido desfiado
  • 1 lata de milho verde escorrido
  • 1/2 xícara (chá) de azeitonas verdes picadas
  • 3 tomates sem sementes picados (fiz sem pele também)
  • 1 colher (sopa) de tempero em pó para peixes
  • 1 copo de requeijão cremoso (200g)
  • 3 xícaras (chá) de batata cozida e amassada
  • 1 caixa de creme de leite (200g)
  • Sal a gosto
  • 1 xícara (chá) de queijo prato ralado

 

Preparo: Em uma panela, em fogo médio, aqueça o azeite, refogue a cebola, o alho, o peixe, o milho, as azeitonas, os tomates e o tempero por cerca de 10 minutos. Retire do fogo, misture o requeijão e reserve. Em uma tigela, mistura a batata, o creme de leite e  sal. Forre um refratário médio com metade da mistura de batata, espalhe o refogado de peixe e cubra com o restante da batata. Espalhe o queijo prato e leve ao forno médio, preaquecido, por cerca de 20 minutos. Sirva.

Dica da Palmirinha: “Os melhores peixes para essa receita são merluza, mapará ou tilápia.”

 

Dicas da Si:

- Para esta receita usei 3 filés de merluza grandes que comprei congelados no supermercado e que já vêm limpos, sem pele e sem espinha. Cortei em postas, temperei com limão e tempero pronto em pasta. Refoguei as postas no azeite com alho e cebola em conserva e deixei no fogo até que desmanchassem por completo, para isso, fui mexendo de vez em quando.

- Usei dueto de milho e ervilha (1 lata) porque não tinha uma lata somente de milho em casa e como gosto de ervilha achei que ficou perfeito.

- O requeijão usei apenas metade de 1 copo.

- Eu não fiz a mistura de batata com creme de leite como diz a receita. Eu fiz um purê que estou acostumada a fazer aqui em casa. Descasquei 3 batatas grandes, piquei e cozinhei no micro-ondas por 4 minutos. Numa tigela, coloquei as batatas cozidas, 1 colher de margarina (20g), sal e pimenta do reino, amassei bem com um amassador de batatas (para saber a diferença entre amassador e espremedor de batatas clique AQUI) e fui acrescentando leite até o purê ficar com uma textura cremosa.

- Substituí o queijo prato por queijo minas padrão ralado.

Mesmo com todas essas alteraçõezinhas que fiz ficou um prato delicioso, amei demais! :)

 

Escondido de Peixe

 

Escondido de Peixe1

 

Assim que melhorar visito o blog de vocês! Agradeço pelos comentários e e-mails que me enviam e pelos novos amigos que aqui chegam, muito obrigada!

 

Beijos, com carinho…

LEGUMES E VEGETAIS CONGELADOS E INVISÍVEIS

 

 

Olá amigos, bom dia!

 

Numa casa onde moram duas pessoas é preciso ficar sempre de olho na geladeira e nos armários para que nenhum alimento se perca. Quer me ver de coração partido é ter que jogar alimento fora!

Há algum tempo atrás isso acontecia muito com os legumes e vegetais, eu fazia a feira e mesmo comprando pouca coisa eu não dava conta de comer praticamente tudo sozinha porque algumas delas meu marido não gosta como o chuchu, inhame, brócolis, repolho, couve flor… então, fiquei pensando num jeito de como fazer para que nada mais se perdesse na geladeira.

A princípio ficava um tempo sem comprar, mas sentia falta deles nas refeições e também eu precisava encontrar um meio de inseri-los no cardápio do meu marido sem que ele percebesse, seria isso possível?

Um dia, cheguei da feira, higienizei todos os legumes e vegetais, piquei em pedaços grandes, cozinhei e fiquei comendo a semana inteira na salada e principalmente na sopa e dizia que era a “sopinha da beleza”, rs e é verdade porque ingerindo estes alimentos você tem uma melhor qualidade de vida, seu intestino funciona melhor e com isso sua pele e seu cabelo agradecem.

Mas, vamos combinar que eu ficava enjoada de comer a “sopinha da beleza” a semana inteira e meu marido? Disse que foi ótima essa minha iniciativa, mas ele mesmo não chegava nem perto!

Aí fiquei pensando: ele não gosta de cebola, mas eu sempre uso cebola na comida, mas de uma forma que ele não a veja, ou seja, a cebola existe ali na comida, mas de forma “invisível”. Então pensei: será que se eu deixar os legumes e vegetais que ele não gosta invisíveis ele come? Bingo!

Passei a fazer da seguinte forma e vem dando certo até agora!

1- Ao chegar da feira higienizo os legumes e vegetais da forma como disse neste post AQUI.

 

Higienizando Legumes e Vegetais

 

2- Depois descasco e pico tudo bem miudinho. Normalmente eu faço isso com o chuchu, abobrinha, inhame, batata, batata salsa, cenoura e sempre acrescento tomates sem pele e sem sementes. Já inclui também, intercalando, brócolis, repolho e couve flor.

 

Legumes e Vegetais

 

3- Numa panela de pressão, coloco 1 colher (sopa) de azeite, refogo alho e cebola em conserva, se você não tiver pode usar alho e cebola triturados, coloco os legumes e vegetais picadinhos, cubro com água fervente até quase cobri-los e por fim acrescento 1 sachê de caldo de legumes, quando necessário adiciono sal, mas na maioria das vezes não precisa, tudo vai depender da quantidade que está sendo feita.

4- Cozinho por cerca de 10 a 15 minutos após a panela começar a chiar. Depois que desliguei o fogo deixo a panela tampada por uns 5 minutos para depois abri-la. Por último acrescento cheiro verde picado.

5- Coloco os legumes cozidos em vários potes, deixo esfriar completamente (deixo de um dia para o outro na geladeira) e congelo.

6- A medida que preciso, deixo o pote descongelando na geladeira e utilizo em vários preparos como:

 

Sopa de legumes

Sopa de Legumes

 

Miojo (neste dia acrescentei também frango picado e cozido)

Miojo com Legumes

 

Caldinho de legumes (bati os legumes cozidos no mixer, salpiquei salsa purpurina e servi com croutons).

Caldinho de Legumes

 

Canja (acrescentei também a este prato frango desfiado)

Canja

 

Já utilizei também no preparo de sopas prontas tipo Knorr. Aliás, preparo muito esta sopa aqui em casa principalmente no inverno, já falei dela neste post AQUI. Esta sopa o meu marido adora e é justamente nela que acrescento esta mistureba de legumes e vegetais cozidos e ele come tudinho e ainda repete, glória a Deus! Esta é a única forma dele comer chuchu, inhame… quando coloco os legumes cozidos na sopa, eles cozinham mais ainda e acabam derretendo e nesta hora vale aquele ditado que diz “o que os olhos não veem o coração não sente”.  A primeira vez que ele comeu eu fiquei apreensiva achando que ele ia perceber e desistir de comer, mas ele comeu tudo, repetiu e não disse uma palavra. Eu vibrei bastante, mas depois contei pra ele que ele tinha comido chuchu, inhame, abobrinha e fui falando o que tinha na sopa, ele disse que não era bobinho e percebeu, rs, mas admitiu que a sopa estava gostosa. Depois que eu contei achei que ele não ia mais querer a sopa feita assim, que nada, ele come que é uma beleza, dá até gosto de ver.

No verão já não dá pra ficar tomando sopa, então, faço os legumes refogados ou cozidos no vapor ou micro-ondas e uso na salada, mas só eu como, marido dispensa. :(

Bem, esta foi a forma que encontrei de conservar melhor os legumes e vegetais e também se inseri-los no cardápio aqui de casa, se você tiver uma outra sugestão deixe um comentário.

 

Ótima semana pra todos e até a próxima!

AZUL AVIADOR

 

Olá amigos, como vão?

 

O militarismo entrou totalmente no mundo fashion dos esmaltes. Os tons trazidos pelas marcas bem que lembram as cores dos uniformes militares. Eu já usei o verde militar, ainda não fiz o post dele e agora este Azul Aviador da Impala. Eu sou completamente apaixonada pelos tons de azul, são os meus preferidos.

Na verdade, ele é um roxo azulado, dependo da luminosidade ele fica ora azul, ora roxo.

Este esmalte tem boa durabilidade, mas achei bem ralo, precisei passar três camadas para dar uma boa cobertura e acredito que uma quarta camada ficaria ainda melhor. Contudo, amei a cor e com certeza vou repeti-la mais vezes nas unhas.

 

Impala_Azul Aviador

 

Impala_Azul Aviador1

 

*Diário de Bordo*

Estou melhorando a cada dia, graças a Deus. A tosse ainda continua, mas a noite ela já não incomoda tanto e com isso estou conseguindo dormir melhor. A coluna deu sinais de melhora, mas dependendo do movimento ou atividade que faço ela dói bastante e ameaça travar, calmamente paro o que estou fazendo, procuro me deitar e não volto mais a fazer o que estava fazendo. Isso é extremamente ruim porque fica uma tarefa inacabada e detesto coisas inacabadas, talvez seja por isso que a minha coluna chegou no extremo da dor, justamente porque não paro com uma tarefa até ver o fim. Isso me faz lembrar da sexta-feira do dia 10 de agosto quando travei, mesmo sentindo fortes dores não parei com os meus afazeres domésticos até que tudo estava terminado e acabada fiquei eu também, travei, as dores ficaram persistentes e desde então não consigo mais realizar as minhas atividades normais sem sentir dor, atividade simples como varrer, por exemplo. Esta é a minha situação atualmente e até chegar o dia da minha consulta em setembro vou ficando de castigo.

 

Ótimo final de semana pra todos e até a próxima!

TORTA GELADA DE ABACAXI

(da coleção “Dona Benta – Bolos e Tortas Doces de Liquidificador”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Enfim chegou a sexta-feira, trago pra vocês esta sobremesa para o final de semana. Muito fácil de fazer, prática e bem saborosa. Se consumir no dia seguinte fica mais gostosa ainda, experimente!

 

Ingredientes:

  • 1 bolo pronto sabor abacaxi
  • 200g de coco fresco ralado (reserve um pouco para polvilhar)
  • 1 abacaxi pérola picado
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 3 gemas
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
  • Folhas de hortelã para decorar

 

Modo de preparo:

  1. Corte o bolo em fatias finas e cubra o fundo de uma forma de fundo removível forrada com filme plástico (deixe bastante borda para fora). Reserve.
  2. Cozinhe o abacaxi com o açúcar em fogo médio, mexendo sempre, por cerca de 10 minutos. Espere amornar.
  3. Bata o abacaxi (e a calda que se formou), a manteiga, as gemas e o amido de milho no liquidificador até obter uma mistura homogênea.
  4. Passe a mistura para uma panela, junte o coco ralado e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até encorpar. Deixe cozinhar por mais uns 5 minutos, mexendo de vez em quando. Retire do fogo e cubra com filme plástico rente ao creme para não formar película. Espere amornar e espalhe uniformemente sobre o bolo, alisando a superfície com as costas de uma colher.
  5. Decore com o coco reservado e folhinhas de hortelã e leve à geladeira por umas 4 horas antes de desenformar e servir.

Observação: Este bolo deve ser conservado em geladeira, em vasilha tampada.

Variação: Você pode fazer esta receita usando sobras de pão de ló ou outro bolo caseiro de massa branca ou de chocolate.

 

Dicas da Si:

- Saiba como descascar o abacaxi de um jeito mais fácil clicando AQUI.

- O bolo pronto a que se refere a receita encontra-se facilmente em supermercados, padarias… Eu usei o sabor abacaxi, mas como não sou fã de bolo com sabor de fruta, principalmente os industrializados, penso eu que se fosse feito com o sabor chocolate ou coco ficaria mais gostoso ainda.

- Eu usei o coco ralado de saquinho e hidratei com 6 colheres (sopa) de leite. Deixei na geladeira até o momento de usar.

- Para o meu paladar achei que ficou um doce bem doce, por isso da próxima que eu fizer vou diminuir o açúcar.

- Eu usei cortadores no formato de coração, flor e estrela para cortar o abacaxi e decorar a sobremesa, mas só lembrei de decorar quando a torta já estava na metade. :(

Esta torta eu levei de sobremesa num almoço de sábado na casa da minha mãe, mas esqueci de levar a minha máquina, acabei tirando as fotos com o celular, mas não ficaram muito boas, desculpem-me! :(

 

Torta Gelada de Abacaxi

 

Torta Gelada de Abacaxi1

 

beijos-gif

BIFE À PARMEGIANA, BATATA AO LEITE COM CATUPIRY E SALADA DE ABOBRINHA

(do livro “Cardápios e Receitas da Nina”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Eu sou apaixonada por livros de receita, tenho vários e não só livros, mas revistas, recortes de jornal, de embalagens… seja o que for, se tiver uma receita muito me interessa. E foi assim que descobri esse livro da dona Nina. Estava eu na casa de uns amigos quando me deparei com o livro em cima de um balcão da sala de jantar e imediatamente pedi para ver e gostei logo de cara porque ela, a autora do livro, é daqui da minha cidade de Guaratinguetá.

Ela era professora de matemática no colégio Instituto e depois que se aposentou passou a se dedicar pela culinária, onde abriu o Cantinho da Vovó e ali ficou por 17 anos. Este livro é uma compilação de todos esses anos de trabalho.

Eu me lembro do Cantinho da Vovó, era um restaurante bem conhecido aqui em Guará.

Eu achei este livro para comprar na feira do Pedregulho, mas se alguém for daqui de Guará poderá também adquiri-lo diretamente com a família da dona Nina.

 

Bife à Parmegiana

Ingredientes:

  • 6 bifes temperados e empanados
  • Óleo para fritar (2 dedos de altura)

Modo de fazer: Fritar e reservar os bifes.

 

Molho

Ingredientes:

  • 6 tomates sem pele e sem sementes picados
  • Cebola ralada
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • Sal e alho  a gosto
  • Orégano, cheiro verde, manjericão a gosto
  • 100g de mussarela fatiada
  • Queijo parmesão ralado

 

Modo de fazer: Refogue a cebola no óleo, acrescente o alho, o sal e os outros temperos, junte os tomates e cozinhe em fogo baixo até formar um molho, se necessário acrescente água.

Num pirex, coloque os bifes e sobre eles o queijo mussarela, o molho e salpique com queijo parmesão ralado. Leve ao forno para gratinar.

 

Dicas da Si:

- Os bifes eu não fritei como indica a receita. Eu empanei e assei exatamente como nesta receita AQUI. Assei em forno preaquecido por 20 minutos de cada lado.

- O molho eu também não fiz como diz a receita, eu usei o molho pronto de caixinha acrescentando dois tomates sem pele e sem sementes, orégano, ervilha (congelada) e cheiro verde, não usei manjericão.

 

Bife à Parmegiana - cardápio completo

 

Batata ao Leite com Catupiry

Ingredientes:

  • 6 batatas cozidas com sal
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
  • 1/2 copo de leite
  • 3 colheres (sopa) de queijo ralado
  • 1/2 copo de requeijão cremoso ou equivalente a catupiry
  • Cebola ralada
  • Sal a gosto
  • 1 colher (sopa) de margarina

Modo de fazer: Numa panela, refogue a cebola na margarina, acrescente o sal, junte o amido de milho previamente misturado ao leite, deixe engrossar mexendo sempre.

Num pirex, coloque uma camada de batata, uma de creme. Por cima coloque o requeijão e salpique o queijo ralado. Leve ao forno para gratinar.

 

Dicas da Si:

- Eu usei apenas 1 batata grande que cortei em cubos e cozinhei no micro-ondas. Deu o suficiente para duas pessoas comerem.

- O amido de milho usei 1 colher (sobremesa) rasa para 1/3 do copo de leite. O copo eu usei tipo americano. Se preferir, poderá substituir o amido de milho por farinha de trigo.

- Os demais ingredientes foi meio que no “olhômetro”, nestes casos eu sempre digo para usar o seu feeling e sentir a receita, você saberá se é preciso aumentar ou diminuir os ingredientes. No caso do molho branco ou creme como diz a receita, a sua textura deve ser lisa e cremosa.

 

Bife à Parmegiana - cardápio completo1

 

Salada de Abobrinha

Ingredientes:

  • 2 abobrinhas picadas em cubinhos e levemente aferventadas
  • 2 tomates sem pele e sem sementes picadinhos
  • Azeitonas picadas miúdo
  • Cebolas picadas em rodelas
  • Tempero para salada de sua preferência (a abobrinha deve ser temperada quente)

Modo de fazer: Numa saladeira, misture todos os ingredientes e tempere a gosto.

 

Dicas da Si:

- Não precisa descascar as abobrinhas.

- Eu usei tomates-cereja e acrescentei ervilhas (aquelas que a gente compra em supermercados congelada). Não usei cebolas.

- Para temperar usei azeite extra-virgem e sal.

 

Bife à Parmegiana - cardápio completo2

 

- Inclua neste cardápio arroz branco e, se preferir, feijão. Um arrozinho branco pra mim com o bife, a batata e a saladinha já está de bom tamanho.

 

*Diário de Bordo*

Hoje acordei melhor do que ontem, dormi bem, tossi pouco durante a noite e o que tem me ajudado bastante é o aparelho umidificador que tenho ligado para dormir, o nariz e a garganta não ficam tão secos e assim consigo dormir melhor. A coluna já não dói quando fico parada, mas dependendo do movimento que eu faço ou da posição que eu fico dói e dói muuuiito! Não vejo a hora de voltar com as minhas atividades normais.

 

Beijos, fiquem com Deus!

PÃO DE AVEIA COM LINHAÇA

(da coleção “As Grandes Receitas de Ofélia – Receitas de Liquidificador”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Hoje trago pra vocês esta receita nutritiva e saborosa que fiz na minha MFP. É uma receita tão simples que nem havia a necessidade de fazer na MFP, pois a massa fica bem pastosa e não precisa sovar. Eu amei este pão e com certeza farei muitas outras vezes aqui em casa.

 

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de água morna
  • 1/3 xícara (chá) de óleo
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 ovo
  • 1 tablete de 15g de fermento biológico fresco esmigalhado
  • 500g de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de linhaça dourada
  • 100g de aveia em flocos finos

 

Modo de fazer:

  1. Junte a água com o óleo, o açúcar, o sal, o ovo e o fermento e bata até obter uma mistura homogênea. Despeje-a em uma tigela grande.
  2. Em outro recipiente, misture todos os ingredientes secos e, aos poucos, junte-os à mistura batida. Mexa bem com uma espátula por alguns minutos (a massa ficará molenga).
  3. Distribua a massa em duas formas de bolo inglês (11 x 28 x 7 cm) untadas com óleo. Deixe em repouso, em local protegido, por 30 a 40 minutos ou até a massa dobrar de volume.
  4. Leve os pães ao forno moderado (180°C), preaquecido, por 30 a 35 minutos ou até dourarem. Tire do forno e deixe amornarem.
  5. Para servir, se desejar, pincele a superfície dos pães com manteiga, salpique linhaça dourada e polvilhe com farinha de aveia.

 

Dicas da Si:

- Se você fizer este pão na MFP, coloque primeiro os ingredientes líquidos e depois os sólidos. Eu bati primeiro o ovo ligeiramente e depois coloquei na MFP.

- O fermento eu usei metade de um pacotinho de 10g do seco instantâneo.

- Após 5 minutos que a máquina começou a bater a massa eu acrescentei meia xícara (chá) de aveia em grãos.

- Eu usei a opção massa da minha MFP, mas não deixei ela completar o ciclo. Após 15 minutos que ela bateu a massa eu desliguei e segui a receita a partir do passo 3.

- Depois dos pães prontos, eu pincelei com manteiga e polvilhei com farinha de aveia e aveia em grãos.

 

Pão de Aveia com Linhaça

 

Pão de Aveia com Linhaça1

 

- Eu fatiei os pães e guardei num porta pão de forma, duram até 3 dias fora da geladeira. Depois deste tempo é recomendável guardar em geladeira.

 

Pão de Aveia com Linhaça2

 

- No café da manhã do dia seguinte, coloquei umas fatias de pão na torradeira e ficaram super crocantes.

 

Pão de Aveia com Linhaça3

 

Pão de Aveia com Linhaça4

 

- Se você quiser congelar, envolva os pães em plástico filme individualmente, eles devem estar totalmente frios, coloque em embalagens tipo ziploc, retire completamente o ar e leve ao freezer. O tempo de congelamento é de 6 meses, podendo até prolongar por mais uns meses, mas não ultrapasse de 12 meses. Para descongelar basta deixá-los em temperatura ambiente ou deixe na geladeira descongelando. Para ficarem crocantes, sequinhos e quentinhos borrife um pouco de água e leve ao forno preaquecido por 5 minutos ou mais. Se tiver torradeira em casa, não precisa descongelar, retire os pães do freezer e leve diretamente na torradeira.

 

*Diário de Bordo*

A tosse ainda persiste, mas dormi melhor esta noite, graças a Deus. Já a coluna… continua tudo como antes do quartel de abrantes, dores, fisgadas e dependendo do movimento que faço tenho que permanecer igual a uma estátua, esperar a dor diminuir para depois ir me mexendo aos poucos até voltar com os movimentos normalmente. Assim vou levando, esperançosa de que vou melhorar e aguardando até o dia da minha consulta que será em setembro. Só não posso piorar, afemaria!!!!

 

Meus amigos, amanhã tenho uns exames oftalmológicos para fazer em Taubaté e por isso não estarei por aqui. Na quinta-feira volto com mais receitas e visitas ao blog de vocês!

 

Beijos e até a próxima! Rosa vermelha

DESCASCANDO O ABACAXI

 

Bom dia, amigos!

 

Sabe aquela expressão “descascar o abacaxi” que a gente usa quando está com algum problema ou quando a gente dá uma tarefa difícil e complicada para alguém resolver? Esta expressão é sinônimo de um problema não muito fácil de resolver porque, vamos combinar, descascar o abacaxi é muito chato! Primeiro tem a coroa que espeta e machuca as mãos, depois tem a casca dura, cheia de “olhinhos” que também espeta as mãos e se você não tiver uma faca boa e afiada, sabe quando vai conseguir descascar o abacaxi? Nunca! Literalmente falando, rs.

Mas tudo isso caiu por terra, descascar o abacaxi já não é tarefa tão difícil e chata assim! Quer ver?

Antes ainda gostaria de dizer que já desisti várias vezes de comprar abacaxi por achar muito chato descascá-lo. Mas imagina, se privar de comer uma fruta saborosa como esta por achar difícil de retirar a sua casca! Os meus problemas acabaram… e o de vocês também! rs

 

Para saber se o abacaxi está bom para o consumo ele não deve ter nenhum machucado ou mancha e nenhuma parte mole demais ao tocar.

 

Dicas - abacaxi

 

Um abacaxi está maduro quando as pontas das folhas estão alaranjadas e quando saem facilmente ao arrancá-las.

A coroa é a proteção da fruta, por isso se não for consumi-la de imediato não arranque a coroa.

Se for usar o abacaxi puro ou em sobremesas é preferível que o mesmo esteja maduro, mas se for usá-lo em algum prato quente procure escolher um abacaxi que não esteja totalmente maduro para evitar que ele cozinhe demais e perca o seu sabor.

Ao fazer uma sobremesa, doce ou torta de abacaxi, principalmente se levar gelatina, é preciso desidratar o abacaxi antes, pois ele solta bastante água, se não desidratá-lo, a gelatina não vai ficar firme e o doce vai encher de água. Para desidratá-lo basta acrescentar ao abacaxi picado 5 colheres (sopa) de açúcar, levar ao fogo, o abacaxi vai soltar água e quando a mesma estiver quase seca desligue o fogo e está pronto para ser usado.

O abacaxi também é ótimo para amolecer carnes mais duras, pois contém enzimas capazes de quebrar a fibra das carnes deixando-as macias. Faça uma marinada com os temperos de sua preferência e acrescente suco de abacaxi (in natura), despeje sobre a carne e deixe por alguns minutos na geladeira.

O abacaxi assado é muito usado em churrasco, além de saboroso, ajuda na digestão.

Para cortá-lo é muito fácil:

1 - Primeiramente é preciso que a faca esteja afiada.

2 - Corte a coroa ou arranque-a com as mãos, mas para isso é preciso proteger as mãos com uma luva ou um pano de prato para que você não se machuque. Eu prefiro cortar com a faca.

 

Dicas - abacaxi1

 

3 - Em seguida corte o abacaxi em rodelas com casca e tudo na espessura que preferir.

 

Dicas - abacaxi2

 

4 - Depois vá retirando a casca com a faca. É muito mais fácil e você faz menos esforço do que se fosse retirar a casca do abacaxi inteiro.

 

Dicas - abacaxi3

 

Dicas - abacaxi4

 

Faça um delicioso suco com a casca do abacaxi. Depois de higienizá-la, pique, coloque numa panela com água e deixe ferver, espere esfriar e bata no liquidificador com açúcar a gosto. Coe e sirva com umas pedrinhas de gelo.

Neste dia eu descasquei dois abacaxis na mesma hora. Desta forma é muito mais rápido e fácil.

 

Dicas - abacaxi5

 

O abacaxi é um fruto que amadurece muito rápido, por isso se não for consumir no mesmo dia procure comprá-lo não muito maduro. Os meus já estavam passando do ponto, porque eu comprei para serem consumidos na quarta-feira, mas só usei na sexta-feira.

 

*Diário de Bordo*

A gripe já está praticamente de malas prontas para ir embora, a garganta já não dói mais e não tenho mais febre. A tosse, porém, parece que resolveu ficar por mais uns dias, consequência da gripe e deste tempo seco que anda fazendo e pra ajudar ainda tenho rinite, qualquer cheiro, por menor que seja já fica coçando o nariz, os olhos e a garganta, dando a impressão que a gripe ainda está no auge, mas na verdade é a rinite que está atacada. A coluna ainda dói, a cartela do meu remédio já está acabando e nada da dor ir embora e eu só consegui consulta com o meu médico para início de setembro, se Deus quiser vai dar tudo certo! Agradeço demais pelos comentários e e-mails que me enviam desejando melhoras e também pelas orações de vocês! Muito obrigada!

 

Beijos e até amanhã!

O QUE MUDA COM O SOL?

 

Olá amigas, tudo bem?

 

O que muda com o sol? Muitas coisas… o dia fica mais bonito, mais radiante, mais luminoso e brilhante, a natureza parece que fica mais colorida, até o nosso humor parece que muda e sabe o que mais muda?

A cor deste esmalte fotocrômico da Top beauty, ONE FOR TWO, Corpo e Alma.

 

142_Corpo e Alma

 

142_Corpo e Alma1

 

Na sombra ele fica branquinho…

 

142_Corpo e Alma4

 

No sol ele fica lilás…

 

142_Corpo e Alma2

 

142_Corpo e Alma5

 

Eu gostei bastante deste esmalte, tem boa durabilidade e é como se você estivesse com duas cores diferentes de esmalte nas unhas ao mesmo tempo. Esta coleção da Top Beauty tem várias cores que mudam no sol para você escolher a sua.

 

*Diário de Bordo*

Hoje amanheci bem melhor da gripe, graças a Deus! Mas ainda estou tossindo bastante principalmente a noite. A coluna ainda dói e fico pensando: “meu Deus não sei mais o que fazer!” Mas no fundo eu sei sim! Preciso voltar a fazer os exercícios recomendados pelo médico e o fisioterapeuta como alongamento, hidroginástica, RPG… mas cadê eu? Me esqueci totalmente! Meu marido que não me esquece nunca, vive me cobrando pra fazer os exercícios e eu ainda fico brava com ele (sorry!). Eu mereço estas dores… mereço! E confesso: como eu detesto fazer estes exercícios, de-tes-to! Mas não tenho escolha, não é?! O jeito é começar…

 

Beijos, ótimo final de semana pra todos vocês!

BOLO GELADO DE COCO–FOTOS E DICAS

 

Olá amigos, bom dia!

 

Quando iniciei este blog, a princípio, a intenção era arquivar as inúmeras receitas que fui acumulando desde que comecei a me aventurar pela cozinha. E pra falar a verdade eu não entendia nada de “blog”, eu simplesmente entrava, digitava a receita e pronto! Eu ainda continuo sem entender muita coisa de blog, mas aprendi também muita coisa. Entretanto, com o passar do tempo fui fazendo amigos virtualmente, o número de seguidores foi aumentando e eu percebi que não era somente entrar no blog e digitar a receita, eu percebi que muito mais do que ler a receita e entendê-la era preciso visualizar o resultado final, então, passei a tirar fotos de tudo que eu fazia. Eu já tinha o hábito de tirar fotos dos pratos que eu preparava, mesmo antes de criar o blog, mas muitas vezes eu acabava me esquecendo e muitas vezes também a máquina estava sem bateria e, sinceramente, não dava importância pra isso, até que comecei a enxergar o blog como um espaço que não era único e exclusivamente meu, mas sim de todos os leitores, seguidores, visitantes… então, passei a me preocupar mais com ele, a me importar mais com ele, não por mim somente, mas principalmente por todos vocês que passam por aqui.

Se vocês lerem os meus primeiros posts, vão perceber que algumas receitas não tem fotos, estou tentando atualizá-las, mas confesso que não é uma tarefa muito fácil, depois que a gente cria um post é complicado ficar mexendo, editando, parece que ele perde a sua credibilidade, por isso depois de um post já criado procuro não mexer mais.

E por causa disso resolvi criar um post para esta receita de Bolo Gelado de Coco que já tem no blog, mas para não ficar mexendo no post original achei por bem, fazer um novo post para complementá-lo.

 

Para ver a receita clique AQUI.

 

Eu gosto muito desta receita, por ser fácil de fazer e principalmente porque fica um bolo delicioso.

Dicas da Si:

- A receita diz para fazer furos sobre o bolo com o garfo. Dias atrás eu estava assistindo o programa da Nigella no canal GNT e ela ensinou a furar o bolo com um espaguete. Achei bem curioso e interessante, passei a adotar este método e achei que o bolo fica bem furadinho e a calda penetra melhor nele. Mas cuidado para não quebrar o espaguete e ficar pedaço dentro do bolo, no início eu quebrei várias vezes, mas depois peguei prática e adorei esta ideia, sem falar que é muito divertido.

 

Bolo Gelado de Coco1

 

- Se você gostar de um bolo mais molhadinho, misture 1 xícara (chá) de leite com 1 lata de leite condensado ao invés de meia xícara (chá) como indica a receita.

 

Bolo Gelado de Coco2

 

- A receita diz para hidratar o coco na água, mas na minha opinião, hidratar no leite fica mais saboroso, para isso eu usei 4 colheres (sopa) de leite para 100g de coco ralado, misture bem até o coco absorver o leite. Eu deixei na geladeira até o momento de usar. Se você usar o coco ralado fresco não precisa hidratar.

 

Bolo Gelado de Coco3

 

Bolo Gelado de Coco4

 

- Faça este bolo de véspera, ele fica muito mais gostoso no dia seguinte.

- Corte-o em quadrados, embrulhe em papel alumínio e sirva bem geladinho. Se for servir em festa de aniversário, disponha os embrulhinhos numa caixa decorada bem bonita e coloque sobre a mesa.

 

caixa de bolo decorada

 

- Se for visitar parentes ou amigos, leve um mimo decorando os embrulhos com fitas de cetim, fitilho ou coloque em saquinhos decorativos.

 

Bolo Gelado de Coco5

 

- Poderá também embrulhar com papel crepom e amarrar com fita de cetim, pena que eu não tinha papel crepom para tirar uma foto. Neste caso, não embrulhe o papel crepom diretamente no bolo senão vai manchar o bolo com a cor do crepom, ok?

 

*Diário de Bordo*

Meus amigos, noite passada não consegui dormir tamanha era a dor na coluna e também com este tempo seco que anda fazendo e com a gripe que estou o nariz e a garganta incomodaram bastante, ah! sem falar na tosse seca e chata que apareceu porque, claro, estava demorando, né?! Acho que não preciso de mais nada, preciso? Mas apesar das tormentas tenho um Deus maravilhoso que mora no meu coração, pessoas que amam ao meu lado e muitas outras coisas que me fazem feliz como as flores, os pássaros, as borboletas… ah as borboletas… elas sempre vêm me visitar para alegrar o meu dia como esta foto que tirei do meu jardim e coloquei no face tempos atrás, coloco aqui também como uma forma de expressar o quanto sou grata a Deus por tudo!

 

msg-face

 

Beijos e até a próxima!

PIZZA ENROLADA

(do livro de receitas da MFP)

 

Olá meus amigos, bom dia!

 

Se tem uma coisa que gosto muito é pizza enrolada e resolvi fazer essa massa do livro de receita da minha MFP. Só não esperava que a massa fosse crescer tanto. E cresceu de verdade, tanto, tanto e tanto que ultrapassou a forma da MFP, foi a primeira vez que isso aconteceu, fez um bocado de sujeira! E a pizza? Ficou monstruosa de grande! rs

 

Ingredientes:

  • 1 1/3 copos de água
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 1 1/2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 copo de cenoura ralada crua
  • 4 1/2 copos de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de fermento biológico seco instantâneo

 

Se você fizer este pão na MFP, é só colocar os ingredientes na ordem acima, escolher a opção massa (na minha máquina é a opção 8) e pressionar o botão “iniciar”.

Se você fizer este pão manualmente, coloque a farinha de trigo numa tigela, faça uma cova e vá colocando os outros ingredientes, vá amassando com as mãos até a massa ficar uniforme e desgrudar das mãos. Deixe descansar por, no mínimo, 30 minutos.

Tanto na MFP quanto manualmente, depois que a massa estiver pronta e crescida, divida-a em duas partes, abra a massa com o auxílio de um rolo, coloque o recheio do seu gosto: presunto, mussarela, tomate, orégano, frango desfiado, catupiry… e enrole como um rocambole, coloque numa assadeira untada, pincele com um ovo, deixe crescer por mais uns 15 minutos e leve ao forno preaquecido em temperatura média até dourar.

 

Dicas da Si:

- Se você fizer esta receita manualmente, veja a referência da medida do copo (utensílio que acompanha a MFP): líquido – 250ml / sólidos – 150g. Portanto:

1 1/3 copos de água = aproximadamente 330ml

4 1/2 copos de farinha de trigo = aproximadamente 675g

Tudo isso, matematicamente falando, mas sempre numa receita devemos usar o nosso feeling, sinta a massa nas suas mãos e com certeza saberá se a massa precisa mais de água ou farinha de trigo, por isso nunca use toda a farinha de trigo de uma só vez, vá colocando aos poucos até chegar no ponto certo da massa, nem mole demais e nem ressecada demais. O ponto ideal é aquela massa macia, elástica e que não grude nas mãos.

- A cenoura ralada eu usei 1 xícara (chá), um pouco menos que a medida do copo. O legal de usar a cenoura é que ela deixa a massa com uma cor super bonita.

- O recheio eu fiz com presunto, mussarela, tomates cortados em cubinhos, requeijão e orégano. Na outra metade da massa além destes ingredientes, com exceção do requeijão, acrescentei cebola picadinha e azeitonas verdes picadas.

- Eu não gosto de pincelar a massa com o ovo inteiro, eu prefiro usar somente a gema. Numa pizza enrolada eu pincelei gema e salpiquei queijo parmesão ralado, na outra além do queijo ralado acrescentei gergelim.

 

Pizza Enrolada

 

Pizza Enrolada1

 

*Diário de Bordo*

Hoje amanheci bem melhor da gripe, o corpo e a cabeça já não doem como ontem, mas a garganta continua a mesma coisa e a coluna… aahh, danadinha… quando você vai me dar uma trégua? Alguém tem hérnia de disco na coluna para compartilhar esta dor comigo? Só quem tem sabe o que é! Mas com tudo, graças a Deus, estou conseguindo atualizar o blog. Lembrando que por conta do problema na coluna e agora da gripe, estou afastada da minha cozinha, as receitas que estou postando, são receitas que fiz quando ainda estava boa da coluna, ou seja, há umas três semanas atrás, depois que eu fiquei ruim, me afastei do blog e só agora estou conseguindo postá-las, mas tudo em prestação: ao longo do dia eu vou digitando a receita aos poucos, vou editando as fotos aos poucos e na manhã seguinte, monto o post, dou a última revisada, coloco as fotos e publico. Nossa, confesso que estou sentindo uma certa dificuldade nisso tudo, mas estou me policiando para não passar horas diante do computador para não agravar ainda mais as dores na coluna. Este trabalho de formiguinha não é o meu ritmo, mas saber que a formiguinha aos poucos e devagar vai cumprindo as suas tarefas me conforta. E aos poucos também vou visitando o blog de vocês e mais uma vez e sempre agradeço a todos pelas mensagens de carinho, pelos e-mails e pelos novos amigos que aqui chegam, muito, muito obrigada!

 

Beijos, fiquem com Deus!

BOLO DE MILHO

(da coleção “Dona Benta – Receitas de Liquidificador”)

 

Olá amigos, bom dia!

 

Estava à procura de uma receita de bolo de milho já faz algum tempo até que numa leva de livros de receita que comprei achei esta que vou colocar aqui pra vocês.

É uma receita fácil de fazer e o bolo é muito saboroso, porém seco, por isso é indispensável fazer a calda que o acompanha, aí sim fica completo.

 

Ingredientes:

  • 1/2 xícara (chá) de leite de coco
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 3 ovos
  • 1 lata de milho verde escorrido
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de fubá mimoso
  • 1 colher (sobremesa) de fermento em pó
  • Manteiga para untar
  • Açúcar de confeiteiro para polvilhar

 

Calda

  • 1/2 xícara (chá) de leite de coco
  • 1/2 xícara (chá) de água
  • 1/2 xícara (chá) de açúcar

 

Modo de preparo:

  1. Bolo: Bata o leite de coco com o óleo, os ovos e o milho até triturar bem. Junte o açúcar e, aos poucos, adicione os ingredientes restantes, pulsando após cada adição.
  2. Despeje numa forma de cone central (23 x 10 cm) untada com manteiga e enfarinhada e leve ao forno moderado preaquecido (180ºC) por cerca de 45 minutos ou até que, ao espetar o centro da massa com um palito, este saia limpo. Desenforme morno e polvilhe com açúcar de confeiteiro. Sirva em temperatura ambiente, acompanhado da calda à parte.
  3. Calda: Misture os ingredientes até ficar homogêneo e sirva.

 

Dicas da Si:

- Como disse, este bolo fica um pouco seco, por isso é indispensável fazer a calda que o deixa molhadinho e com um sabor ímpar.

- O leite de coco restante eu usei todo ele para fazer a calda e deu um pouco mais de meia xícara, além do que pede a receita, mas não interferiu em nada, achei até que ficou mais saboroso.

 

Bolo de Milho

 

Bolo de Milho1

 

Bolo de Milho2

 

*Diário de Bordo*

Infelizmente acordei pior do que ontem, além das dores na coluna, tenho dores pelo corpo todo, dores de cabeça, dores na nuca e acho que a garganta está inflamada, isso leva-me a crer que estou gripando, meu Deus era só o que me faltava! Mas tudo passa, este momento vai passar também, vai passar…

 

Beijos pra todos vocês!

PALHA ITALIANA



Olá meus amigos, bom dia!

A palha italiana é um docinho feito a base de brigadeiro e biscoitos maisena, muito fácil de fazer, saboroso e com certeza vai agradar toda a sua família, principalmente as crianças.Eu tenho várias receitas deste doce, cada uma de um jeito, mas como a base é a mesma, então, resolvi eu mesma criar a minha. Ficou muito bom! Experimente!

Ingredientes:
  • 1 lata de leite condensado
  • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 1/2 pacote de biscoito maisena (100g)
  • 1/2 xícara (chá) de castanha de caju triturada (opcional)
  • açúcar de confeiteiro para envolver os docinhos
Modo de preparo:
  1. Quebre os biscoitos maisena com as mãos em pedaços pequenos e reserve.
  2. Numa panela, coloque o leite condensado, o chocolate em pó e a margarina.
  3. Leve ao fogo baixo mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela (mais ou menos 8 minutos).
  4. Acrescente os biscoitos picados e a castanha de caju e mexa incorporando-os à mistura. Retire do fogo.
  5. Despeje a mistura numa forma forrada com papel manteiga e untada com margarina, distribua por toda a forma de maneira uniforme. Espere esfriar.

Palha Italiana


Depois de frio, faça vários cortes na horizontal e vertical formando cubos pequenos.

Palha Italiana1

 Envolva os docinhos com o açúcar de confeiteiro e sirva em seguida.

Palha Italiana2

 Dicas da Si:
- Para esta receita procure usar o chocolate em pó mesmo (50% cacau), não use o achocolatado que contém açúcar para evitar que fique muito doce, mas vai do seu gosto.
- Procure usar o biscoito maisena de boa qualidade para que tenha êxito em sua receita.
- Poderá substituir a castanha de caju por castanha do pará, amendoins, nozes, amêndoas ou avelãs picadas. Este ingrediente é opcional, se não quiser não precisar usar, mas fica muito bom, experimente.
- Sirva os docinhos em forminhas de papel ou embrulhe-os em papel de bombons (conforme as últimas fotos), fica bem apresentável.
- Gulosinha como sou, rs, enquanto cortava os docinhos fui comendo alguns antes de envolver no açúcar de confeiteiro e confesso que gostei mais, achei que o açúcar de confeiteiro deixou o doce mais doce.

Palha Italiana3


Palha Italiana4


 *Diário de Bordo*
Hoje acordei com a coluna em frangalhos, espero uma melhora ao longo do dia, desligando o computador após a publicação desta postagem. Agradeço a todos vocês pelos votos de melhoras! Muito obrigada!

Beijos, fiquem com Deus!Rosa vermelha
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto