Procurando algo? Digite aqui!

Carregando...

RATATOUILLE


Um dia fui visitar uma amiga muito querida e ela tem um filho lindo de 4 anos que se chama Cauê. E o Cauê tem uma coleção de filminhos infantis de encher os olhos até dos adultos, rs. E neste dia ele me emprestou o filminho Ratatouille. Fiquei encantada com a estória do ratinho Remy que tinha o sonho de se tornar um grande chef de cozinha. E o que mais me chamou a atenção no filminho, entre outras coisas, foi o lema do renomado chef da França, o Gusteau: "qualquer um pode cozinhar." Eu me identifiquei muito com esta frase, pois desenvolvi habilidades na cozinha que nem eu sabia que tinha, justo eu que não sabia fazer nem um café. Qualquer um pode cozinhar sim, desde que você busque e descubra as suas habilidades e o seu talento para tal, senão cozinhar passa a ser uma atividade chata e massante. Acredito que isso valha para qualquer outra atividade, se não tiver um pouquinho de gosto, não flui.
E uma parte bastante emocionante também é o monólogo do Anton Ego, um crítico de culinária que arrasa na sua fala. Não importa a origem, o importante é o feito, a obra. Confira agora, a crítica de Anton Ego:


“De certa forma, o trabalho de um crítico é fácil. Nos arriscamos pouco e temos prazer em avaliar com superioridade os que nos submetem seu trabalho e reputação. Ganhamos fama com críticas negativas que são divertidas de escrever e ler. Mas a dura realidade que nós, críticos, devemos encarar é que, no quadro geral, a mais simples porcaria talvez seja mais significativa do que a nossa crítica. Mas, há vezes, em que um crítico arrisca de fato alguma coisa como quando descobre e defende uma novidade. O mundo costuma ser hostil aos novos talentos, as novas criações, o novo precisa ser incentivado. Ontem à noite eu experimentei algo novo, um prato extraordinário, de uma fonte inesperadamente singular. Dizer que tanto o prato, quanto quem o fez desafiam minha percepção sobre gastronomia é extremamente superficial. Eles conseguiram abalar minha estrutura. No passado, eu não fazia segredo quanto ao meu desdém pelo famoso lema do Chefe Gusteau: “Qualquer um pode cozinhar. Mas eu percebo que só agora compreendo realmente o que ele queria dizer. Nem todos podem se tornar grandes artistas, mas um grande artista pode vir de qualquer lugar. É difícil imaginar origem mais humilde do que esse gênio que agora cozinha no Gusteau’s, que é, na opinião deste crítico, nada menos do que o melhor chef da França. Eu voltarei ao Gusteau’s em breve, com muita fome”.

Você pode também conferir a crítica no youtube:

Mas o que é ratatouille???

O ratatouille surgiu no século XVIII e é um prato típico de Provence, na França. Frio ou quente, é servido como entrada ou como acompanhamento de outros pratos, como os assados.

Considerado um dos pratos que melhor representa a região do Mediterrâneo, o ratatouille é um refogado com azeite de oliva, pimentão, beringela, abobrinha, tomate, cebola e alho, todos ingredientes típicos de uma cozinha saudável e aromática. De acordo com o “Pequeno Dicionário da Gastronomia”, ratatouille pode ser traduzido como ragôut de legumes ou prato de berinjelas.

Foto da internet

Há várias maneiras de se fazer um ratatouille, mas vou postar aqui a receita original que o ratinho Remy preparou no filme diretamente para a sua mesa.

RATATOUILLE

Ingredientes:
1 abobrinha cortada em rodelas finas
1 berinjela cortada em rodelas finas
2 tomates cortados em rodelas finas
Sal
Pimenta-do-reino
Azeite de oliva para regar

PARA O MOLHO:
5 tomates sem pele e sem sementes
1 dente de alho picado
1/2 cebola picada
½ xícara de azeite de oliva
Alecrim
Manjericão
Tomilho
Sal
Pimenta-do-reino

MOLHO:
Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho.
Acrescente os tomates e deixe refogar por 5 minutos. Acrescente o sal, a pimenta e as ervas aromáticas picadas.
Leve tudo ao processador até formar um creme.
Retorne o molho à panela a deixe apurar um pouco mais, para ficar mais cremoso.

MONTAR:
Coloque em um refratário uma camada do molho de tomate. Monte, alternadamente, rodelas de tomate, berinjela e abobrinha. Tempere com sal e pimenta. Regue com azeite. Cubra com papel manteiga do tamanho do refratário, formando uma tampa. Leve ao forno a 200°C por aproximadamente 40 minutos ou até os legumes ficarem macios.
(Receita extraída do site http://www.madameaubergine.com.br/)

Eu ainda não fiz esta receita, assim que fizer conto como foi a experiência.
Abraços especiais para Claudinha, Felipe e Cauê. Obrigada pelo carinho e a amizade!

As Fotos são da internet.


ATUALIZADO EM 17/06/13

Meus amigos, fiz a receita do Ratatouille e foi super aprovada! Fiz algumas pequenas alterações as quais seguem...

Dicas da Si:
- Depois que cortei a berinjela em rodelas deixei de molho numa tigela com água e 4 colheres (sopa) de vinagre para evitar que ela amargue.
- Acrescentei a esta receita pimentão amarelo que também cortei em fatias finas, eliminando as sementes. Se preferir poderá acrescentar também o pimentão vermelho e/ou verde.
- A abobrinha usei a italiana.
- Para o molho, não usei o alecrim e nem o manjericão. O alecrim dispensei porque não gosto mesmo, mas o manjericão não usei porque não achei para comprar. Este molho caseiro é super fácil de fazer e fica muito saboroso, vale a pena, mas se preferir, poderá usar molho comprado pronto.
- Eu usei o papel alumínio ao invés do papel manteiga como pede a receita.
- Eu queria salpicar salsa purpurina no final, mas infelizmente a minha tinha acabado, mas fica ai a dica!






3 comentários:

  1. Obrigada pelo carinho Sileni!!!
    Nós três aqui gostamos muito de vcs!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu é que agradeço, Claudinha!
    Vcs são especiais para nós!
    Bjs,fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom tanto a receita quanto o filme !!

    ResponderExcluir

Querido amigo e visitante,
Seja muito bem-vindo!!!
O seu comentário é de grande valia para o Vivendo e Aprendendo, por isso, peço a gentileza de deixar seu nome e um contato como e-mail, blog ou site para que eu possa agradecer e retribuir a sua visita.
Muito obrigada e volte sempre! ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto