Pesquisar este blog

PASTEL DE BELÉM

Bom dia amigos,
Final do ano passado e início deste ano, minha irmã tirou férias do trabalho e passou uns dias em Portugal e Espanha. Quando ela me falou que ia para Portugal pensei logo nos deliciosos pastéis de belém! Fiz mil recomendações a ela que tirasse fotos dos pastéis e de tudo que se referisse a ele para eu postar aqui no blog, rs. Ela não só tirou as fotos como também trouxe os pastéis de belém, nham, nham... delícia!!!

Bem, eu já tinha comido os pastéis quando a Aline foi para Portugal e trouxe alguns  para mim, achei deliciosos e não imaginava que um dia ia comer de novo tão cedo, rs, embora  a Aline sempre está em Portugal, já que o marido dela é português e toda a família dele mora lá, mas dificilmente ela vem de Portugal para o Brasil, o trajeto é sempre Estados Unidos - Portugal, Portugal- Estados Unidos, Estados Unidos - Brasil e vice-versa. Só desta vez que ela foi para Portugal e de lá veio para o Brasil.
Mas voltando aos pastéis, quando comi pela primeira vez achei deliciosos, isso porque ele fez uma viagem de quase 10 horas, imagina você comê-los lá em Portugal, na hora, quentinhos... imaginem... nossa, deve ser melhor do que bom demais, fico até salivando, rs. Quem sabe um dia não tenho essa chance!

E desta vez que a minha irmã trouxe comi até me fartar... muito bom!!! Quentinho, gelado de qualquer jeito é bom, mas quentinho com aquele açuquinha e aquela canela salpicados em cima, não tem pra ninguém... é um sonho, ou melhor, pastéis de belém!

Minha irmã trouxe também um encarte que eles (lá em Portugal) colocam na porta do quarto do hotel para que você possa fazer encomendas dos pastéis e neste encarte conta, de forma breve, a história dos pastéis de belém e diz assim (vou reproduzir a escrita exatamente como veio no português-portugês, não português-brasileiro, ok?):

PASTÉIS DE BELÉM
MAIS DO QUE UMA ESPECIALIDADE ALFACINHA,
UMA EXPERIÊNCIA DE NATA COM CHEIRINHO A CANELA.

Este é o segredo mais bem guardado da doçaria nacional. A longo de gerações, o Pastel de Belém tem mantido, com toda a justiça, uma fama sem paralelo gastronómico. A história desta iguaria remonta a 1837 quando um frade, do vizinho Mosteiro dos Jerónimos detentor de uma receita de pastéis de nata mas sem meios de subsistência, se associa a um abastado brasileiro que se estabelece em Lisboa, abrindo uma confeitaria na Rua de Belém.

O negócio depressa prosperou, tal como a fama dos benditos pastéis, outrora confeccionados dentro do Mosteiro dos Jerónimos. Belém, antes um arrebalde de Lisboa, vê-se "invadida" por multidões apostadas em conhecer este doce conventual, numa tentação que, 170 anos passados, se mantém bem viva.

A receita, por enquanto, só mesmo por aproximação, mas é com todo o gosto que a trazemos até si... ainda quentinha.

Pena que quando chegou até mim estava friinha, rsrs, mas igualmente maravilhosa!

E vocês viram que tem dedinho de brasileiro no meio da história??? rsrs. Eita parceria boa!!!

A seguir algumas fotos que a minha irmã me enviou por e-mail

Torre de Belém





 


Fábrica dos Pastéis de Belém






E agora o "ouro" do post, os Pastéis de Belém



As fotos a seguir são dos pastéis que vieram pra minha casa e eu fiz bom proveito deles, rs.


Por dentro é um creme delicioso
A embalagem onde vieram os pastéis e os sachês de açucar e canela que os acompanham


É claro que é muito difícil conseguir a receita original do pastel de belém, pra não dizer impossível, rs, mas andei pesquisando na internet e a mais próxima que eu achei foi no Cybercook.

Verdadeiro Pastel de Belém
Receita indicada por: Dina Azevedo

Ingredientes
Receita para 20 pastéis:
Massa:
- 300 g de farinha
- 250 g margarina para folhados
- sal e água
- ou poderá usar massa folhada comprada pronta, nesse caso, só terá que estendê-la e forrar as forminhas conforme o indicado

Recheio:
- 1/2 L de natas ou creme de leite
- 9 gemas
- 10 colheres (sopa) de açúcar

Modo de Preparo
Misture a farinha o sal e a água trabalhe a massa até ligar. Divida a margarina em 3 porções. Estenda a massa, espalhe sobre ela 1/3 da margarina e enrole como um tapete. Repita esta operação mais duas vezes, até acabar a margarina. No final deixe descansar 20 minutos. Em seguida corte a massa em quadrados de 2cm de espessura, e coloque cada quadrado sobre uma forma lisa própria para madalenas ou muffins. Leve ao fogo em banho-maria as gemas batidas com o açúcar e as natas até o preparado engrossar.
Deixe amornar e coloque uma colher (sobremesa) do preparado dentro de cada forminha. Leve ao forno, até ficarem cozidos e tostados. Podem ser comidos mornos ou frios.
Para facilitar pode utilizar o mesmo processo, forrando uma forma grande e fazendo uma torta; deve tentar não fazer a massa muito grossa, pois quanto mais fina, mais deliciosa.

Eu ainda não fiz nenhuma receita de pastel de belém, nem parecida, se alguém aí já fez conte para nós!!!

Todas as fotos aqui postadas com exceção das três últimas são de Sandra Machado.

Obrigada maninha querida pelas fotos e principalmente pelos pastéis, são deliciosos. Quando você for de novo, você pode trazer mais??? (hihihi)

PS: Quando li o texto do encarte fiquei me perguntando o que será que é "alfacinha"??? (rsrsr) Segundo o dicionário Michaelis, alfacinha é o nome que se dá ao habitante de Lisboa.

Bjsss,

4 comentários:

  1. Alfacinha significa isso msm tia!
    Logo...tenho um alfacinha em casa. Hehehehe
    Alias, um alfacinha e uma metade de alfacinha tbm...

    ResponderExcluir
  2. Si, adorei esse post, é sempre bom conhecer mais a cultura portuguesa, que tem maravilhosos pratos e doces e o Pastel de Belém é um dos doces que adoraria experimentar que dizem é divino. Legal...Uma Feliz Páscoa pra vc e familia...bjocas

    ResponderExcluir
  3. Hahahaha, gostei Aline!!!!

    Josy, realmente o pastel de belém é divino, as pessoas tentam reproduzir a receita, mas o original é incomparável.

    Bjsss meninas.

    ResponderExcluir
  4. É MESMO OS PASTEIS DE BELÉM SÃO BONS EU GOSTO COM AÇUCAR E CANELA. Alfacinha de gema quer dizer que é um habitante de Lisboa e nascimento em Lisboa. beijinhos

    ResponderExcluir

Queridos amigos, leitores e visitantes,
Sejam todos muito bem-vindos!!!
O seu comentário é de grande valia para o Vivendo e Aprendendo, por isso, peço a gentileza de deixar seu nome e um contato como e-mail, blog ou site para que eu possa agradecer e retribuir a sua visita.
Muito obrigada e volte sempre! ♥

PS: A PARTIR DE JANEIRO/2015 OS COMENTÁRIOS NÃO SERÃO MAIS RESPONDIDOS, SALVO QUANDO FOR PARA TIRAR ALGUMA DÚVIDA DAS RECEITAS AQUI POSTADAS.
GRATA PELA COMPREENSÃO! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto