O que você procura?

PIPOCA


Olá amigos, bom diaa!

Quem não gosta de comer pipoca quando vai ao cinema ou mesmo quando está em casa e que vai passar um filme que você não quer perder de jeito nenhum? Penso logo em pipoca… E nas quermesses? Tem pipoca de tudo quanto é jeito! Na saída da missa, está lá o carrinho de pipoca, tem gente que nem espera a missa terminar, na homília do padre corre pra comprar um saquinho de pipoca. Na saída da escola, na rodoviária, na inauguração de alguma loja, nas festas juninas… todos se rendem a pipoca, é difícil resistir à elas. Tem supermercados que na entrada fica um pipoqueiro distribuindo pipocas para os clientes, eu mesma já entrei na fila (sim, tem fila!) várias vezes para pegar um saquinho de pipoca. A médica que era minha ginecologista, mas que infelizmente faleceu em 2006 sempre me dizia: “coma pipoca a noite, faz bem para o intestino.”
 
Mas você sabe fazer pipoca??? Várias pessoas já vieram me dizer que todas as vezes que vai fazer pipoca, ela queima, fica cheia de piruá, que são aqueles grãozinhos de milho que não arrebentam. Embora pareça fácil, mas já ouvi várias pessoas dizerem que não sabem fazer pipoca, eu era uma delas!
 
Vou passar pra vocês algumas dicas que aprendi ao longo do tempo e que dão super certo!
 
Como estourar pipocas:
 
  • O primeiro passo é sempre comprar um milho de boa qualidade, porque minha amiga, se o milho for ruim não há reza brava que faça a pipoca estourar, vai ficar cheio de piruá e você vai acabar deixando a panela mais tempo no fogo na tentativa de estourar o milho e vai acabar queimando as únicas pipocas que estouraram, resultado: um festival de piruá e pipoca queimada.
 
  • Guarde o saquinho de milho no congelador ou freezer, assim vai conservar melhor o milho e ele vai estourar com mais facilidade formando pipocas graúdas e bonitas.
 
  • A panela deverá ser do tamanho compatível com a quantidade de milho que vai estourar, porque se você colocar muito milho numa panela pequena, a hora que começar a estourar, a panela não vai comportar a quantidade de pipoca e vai começar a sair pipoca pra tudo quanto é lado e você no desespero vai apagar o fogo e consequentemente não vai dar tempo de estourar todo o milho que você colocou para estourar, resultado: vai ficar cheio de milho que não estourou no meio da sua pipoca. Isso aconteceu comigo várias vezes até eu entender e aprender a colocar a quantidade certa de milho na panela certa. Isso eu aprendi com o tempo, errando até acertar. Por exemplo, eu tenho uma panela aqui que tem 18cm de diâmetro (não sei dizer o tamanho em litros porque ela é bem velhinha e as informações dela já se apagaram) e que dá pra fazer nela, tranquilo, meia xícara (chá) de milho de pipoca. Mas para não errar, ao colocar o milho de pipoca na panela, observe que o milho deve forrar o fundo da panela sem que fique um por cima do outro.
 
  • Assim que você descobrir a quantidade certa de milho para a panela que comporte esta quantidade, anote num papel para que você não esqueça e procure usar sempre esta panela para fazer pipocas. Por exemplo, se a quantidade de milho que você usou para determinada panela foi de 1 xícara de café, procure usar sempre esta xícara como medida. Se aumentar a quantidade, use uma panela maior, mas sempre atente para a quantidade de milho ou faça na mesma panela que você já está acostumada em duas etapas.
 
  • A quantidade de óleo também é importante, pois se você usar pouco óleo, o milho vai queimar e não vai estourar e se você usar muito óleo a pipoca vai ficar encharcada. Observe sempre o fundo da sua panela e vá colocando o óleo de modo que ele cubra quase todo o fundo da panela, mas sem atingir as laterais, note que ele deve ficar somente no fundo da panela. O mesmo acontece com a margarina, vá colocando aos poucos em fogo baixo e aguarde ela derreter para você saber se atingiu quase todo o fundo da panela. Espere aquecer para depois colocar o milho.
 
  • Aqueça o óleo em fogo alto e coloque o milho, vá balançando a panela para que os milhos se misturem, não se esqueça de tampar a panela para que as pipocas não fujam, quando começar a estourar as pipocas num ritmo mais acelerado, abaixe o fogo e quando diminuir o estouro desligue o fogo e mantenha a panela tampada por alguns segundos até que silencie totalmente o estouro. Se você abrir a tampa assim que desligar o fogo, pode ser que ainda estoure algum milho e vão pular pipocas da panela pelo seu fogão e às vezes pelo chão também, sem falar no susto que a gente leva, rs.
 
  • Não coloque o sal no óleo, porque se você colocar demais não tem como tirar depois, a pipoca vai ficar salgada e você não vai conseguir comer, já aconteceu isso comigo e pra não jogar a  pipoca fora acabei comendo, mas minha boca, meus lábios ficaram “cozidos” e o céu da minha boca até machucou, rs (fala sério!), sem falar na quantidade de água que eu fiquei tomando depois, parecia que a sede não tinha fim! Deixe para colocar o sal somente no final e vá colocando aos poucos com o auxílio de um saleiro até ficar ao seu gosto.
 
Tem uma simpatia para fazer o milho de pipoca estourar que ouço desde que era criança. É assim: pegue uma colher e comece a bater na panela e diga por várias vezes a seguinte frase: “rebenta pipoca, Maria pororoca!”  Hehehe, se isso é verdade, crença, superstição ou coisa de gente antiga, eu não sei, mas que funciona, funciona, rsrsrs.
 
Vocês conhecem alguém que não gosta do queijo que vem na pipoca? Eu conheço: EU! rsrs. As pessoas sempre me dizem que o melhor da pipoca eu não gosto que é o queijo. Eu até como um ou dois, mas largo tudo no saquinho ou dou pra alguém que tiver comigo, minha mãe, meu marido… Às vezes peço pipoca sem queijo, mas quando meu marido está comigo acabo pedindo com, pois sei que ele gosta. Eu gosto mesmo da pipoca e não paro de comer enquanto não vejo o fim, o queijo até é gostoso, mas acho enjoativo e por isso não gosto. E muitas vezes também, dependendo do lugar que compro a pipoca, o queijo não está bom não! Ora está salgado demais, ora gordurento demais, às vezes está duro… então acabo não comendo o queijo. Mas, quando faço em casa eu costumo colocar queijo parmesão ralado, aí sim como com gosto.
 
Não há uma regra para fazer pipocas, cada um tem o seu jeito. Hoje eu faço pipoca no “olhômetro”, sem errar, mas já apanhei muito, eu e pipoca não nos entendíamos, rs, depois que aprendi essas dicas fui melhorando e agora posso dizer que eu sei fazer pipoca!
 
pipoca    pipoca1

Comecei este post e termino com a música da Xuxa na minha cabeça…

Anotação“Pipoca... aaaaah!
Cheiro de pipoca tá rolando no ar
Pipoca... uoooba!
Comendo o dia inteiro esparramando no sofá!”Anotação

Beijos e até a próxima!

13 comentários:

  1. OLÁ MINHA AMIGA!
    ENTÃO O SEU MARIDO ESTAVA DE FOLGA, E VCS FICARAM SÓ NAMORANDO, APROVEITANDO O TEMPO FRESCO, RSRS.
    QUANDO O MEU ESPOSO ESTÁ AQUI EM CASA PRINCIPALMENTE NOS FINS DE SEMANA QUASE NÃO ENTRO NA NET, GOSTO DE FICAR COM ELE.
    ADORO PIPOCAS, PRINCIPALMENTE NA HORA DE ASSISTIR FILMES, FAÇO UMA VASILHA BEM GRANDE FICO OLHANDO O MEU FILHO E O MEU ESPOSO, ELES COMEM COM GOSTO, RSS.
    PIPOCA É MUITO DIGESTIVA.

    TENHA UMA SEMANA ABENÇOADA!
    BJS ♥

    ResponderExcluir
  2. Sileni, adoro pipoca e preparo como você,mas essa dica de por no congelador é ótima, não conhecia, é vivendo e aprendendo mesmo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sileni !
    Nossa eu AMO D+++ Pipoca !
    E prefiro fazer em panela tb, adorei as dicas ....E da simpatia tb rsrsss, vou fazer da próxima vez ...
    B grande pr vc

    ResponderExcluir
  4. Olá gostei das dicas, só não entendi a questão do congelador.Como faço, tiro o molho direto do congelador e ponho na panela? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gilmária, perdoe-me, mas não entendi bem a sua pergunta! Qual molho você se refere? Tem certeza que a sua pergunta refere-se a este post?
      Obrigada pela visita e volte sempre! =)

      Excluir
    2. Acho que ela quis dizer milho.

      Excluir
  5. Não concordo com a parte do congelador, a não ser que a pipoca que ficou congelada seja retirada do freezer um bom tempo antes de ir pra panela, porque se tirar direto do freezer e mandar pra panela, a pipoca demora mais pra estourar e fica meio dura. Já fiz o teste dezenas de vezes, se tá no freezer fica dura, se tá fora do freezer ela estoura rápido, fica maior e mais macia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tiago, o objetivo da técnica do congelamento é preparar a pipoca ainda congelada, do contrário, não faz sentido usar esta técnica! O que faz a pipoca estourar é a água que se encontra dentro dos grãos! Quando ela começa a esquentar a umidade se expande e o grão "explode". O choque térmico provocado pela técnica do congelamento faz com que a umidade aumente ainda mais e com isso a pipoca vai estourar muito mais facilmente do que quando está em temperatura ambiente. Uso esta técnica já há muito tempo e, pra mim, o resultado é excelente! Se não funcionasse, certamente, esta dica não estaria aqui no blog! ;)

      Excluir
  6. Seu texto foi muito bem escrito, gostei!

    Me esclareça algumas dúvidas?

    -Tem como substituir o sal por outro produto pra desidratar o queijinho? Porque convenhamos que fica bem salgadinho :s

    -Após a fritura do queijinho, eu posso congelar - Será que fica crocante pruma próxima vez que for fazer?

    Amei a frase “rebenta pipoca, Maria pororoca!”, eu não conhecia. :P


    Obrigada, Querida amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paola, como eu não gosto do queijo da pipoca eu nunca fiz aqui em casa, aí fica difícil dar alguma dica sobre o queijo, desculpe-me não poder responder às suas perguntas, mas pelo que tenho visto dos expert's em queijo de pipoca, o segredo para não deixar o queijo salgado é lavá-lo depois do tempo no sal para retirar o excesso do mesmo. Lava e seca muito bem um a um para depois fritar.
      Muito obrigada pela sua visita e volte sempre! =)

      Excluir
  7. Uma dica que vocês irão se surpreender, utilizem panela de pressão ao invés de panela comum, uma quantidade boa de óleo não deixando tocar as laterais,mexa bastante e quando começar estourar, fechem a panela abaixem o fogo, a pressão irá fazer com que todos ou quase todos grãos estourem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jeferson, nunca tentei fazer pipoca na panela de pressão! Achei bem interessante e vou testar! Valeu pela dica!
      Obrigada pela visita e volte sempre! 😊

      Excluir
  8. Desde que eu vim morar sozinha, minha pipoca tava ficando dura, troquei de milho e nada... Hoje saiu tudo bem macia, graúda e só tinha dois piruás, até me surpreendi!
    Descobri que dessa vez tinha usado óleo de soja em vez de girassol. Além disso, quando fui misturar os milhos com o óleo, usei sem querer uma colher molhada, os milhos começaram a estourar na hora!
    Acredito que o óleo de soja atinja uma temperatura mais alta que o de girassol e a água ajude a manter a temperatura na panela por igual jogando óleo por cima do milho :D

    ResponderExcluir

Queridos amigos, leitores e visitantes,
Sejam todos muito bem-vindos!!!
O seu comentário é de grande valia para o Vivendo e Aprendendo, por isso, peço a gentileza de deixar seu nome e um contato como e-mail, blog ou site para que eu possa agradecer e retribuir a sua visita.
Muito obrigada e volte sempre! ♥

PS: A PARTIR DE JANEIRO/2015 OS COMENTÁRIOS NÃO SERÃO MAIS RESPONDIDOS, SALVO QUANDO FOR PARA TIRAR ALGUMA DÚVIDA DAS RECEITAS AQUI POSTADAS.
GRATA PELA COMPREENSÃO! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
VIVENDO E APRENDENDO © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto